Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 15 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Alerta na Usina: Problemas em turbinas da Usina Hidrelétrica de Tucuruí e apagão em 12 Estados

Por Floresta News
Publicado em 21 de março de 2018 às 17:28H

Compartilhe:
A redação de jornalismo do Sistema Floresta de Comunicação recebeu informações de que duas máquinas de geração de energia elétrica da Usina Hidrelétrica de Tucuruí (máquinas 2 e 6) sofreram pane pouco antes das 4 da tarde, desta quarta-feira, 21.

Foto: Paco Martins

Segundo informações extra-oficiais, as sirenes do sistema de alarme da Usina tocaram e os funcionários tiveram que deixar seus postos de trabalho, exceto os profissionais da área de segurança. Era grande o risco de explosão e chegaram a sentir um forte tremor.

As causas da pane estão sendo averiguadas tanto nos sistemas de proteção de transmissão, quanto da Usina Hidrelétrica.

Este problema aconteceu praticamente no mesmo horário em que uma queda de energia afetou 12 Estados na região norte e nordeste do Brasil. Ainda não confirmação oficial sobre a relação desses dois fatos.

O Operador Nacional do Sistema – ONS – que coordena e controla a geração e transmissão de energia elétrica no Brasil divulgou a seguinte nota:

 

TA À IMPRENSA COMPLEMENTAR – OCORRÊNCIA NO SIN – 21/03/2018

Às 15h48 do dia 21/03/2018 ocorreu uma falha de um disjuntor na subestação Xingu, no Pará. Em consequência, houve o desligamento automático de diversas linhas de transmissão em 500 kV, componentes dos troncos de interligação Norte/Nordeste/Centro-Oeste, Tucuruí/Manaus, Tucuruí/Vila do Conde, Elo cc 800 kV Xingu/Estreito e da UTE Belo Monte, entre outros, acarretando uma redução total de carga no SIN, da ordem de 18.000 MW.
Em todas as capitais da Região Norte e Nordeste do país ocorreu interrupção do suprimento de energia elétrica
A frequência nas regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste atingiu 58,5 Hz, levando à atuação do Esquema Regional de Alívio de Carga (ERAC) desligando 3.200 MW nas regiões Sudeste/Centro-Oeste e 1.200 MW na região Sul. As cargas interrompidas nessas regiões foram rapidamente restabelecidas, em cerca de 20 minutos.

Na região Norte, foram desligadas as capitais Manaus, Macapá, Belém, São Luiz e Palmas.

Na usina hidrelétrica de Tucuruí nove unidades geradoras continuaram sincronizadas, atendendo cerca de 500 MW de carga no Pará e Maranhão.

O processo de recomposição do sistema Norte ocorreu da seguinte forma:
Cidade Início da recomposição Tomada de carga
Macapá 16h59 17h30
Belém 16h21 16h49
São Luiz 16h59 17h10
Palmas 16h58 17h33
Manaus 16h15 16h44

O processo de recomposição do sistema Nordeste foi mais lento. Às 18h55 esta era a situação da recomposição no Nordeste:

  • Fortaleza: 55% da carga religada
  • Teresina: 50% da carga religada
  • Recife: 50% da carga religada
  • João Pessoa: 15% da carga religada
  • Maceió: 20% da carga religada
  • Salvador: 30% da carga religada
  • Aracaju: 25% da carga religada
  • Natal: 20% da carga religada

    A carta total recomposta nesse horário era de 5.600MW, o que representa 50% da carga prevista do Nordeste.

O processo de recomposição do Nordeste segue em curso.
A reunião com as empresas envolvidas na análise da perturbação será realizada até a próxima segunda-feira, no ONS, no Rio de Janeiro.
Novas informações poderão ser disponibilizadas a qualquer momento.
Assessoria de Imprensa
Operador Nacional do Sistema Elétrico
Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend