Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 31 de July de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Crimes de estelionato crescem em 2020 no Pará e já ultrapassam 4 mil em cinco meses

Por G1
Publicado em 16 de julho de 2020 às 05:43H

Compartilhe:

O número de estelionatos no Pará, registrados na Polícia, cresceu em 2020. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Pará (Segup), de janeiro a maio deste ano, foram registrado 4.011 casos de estelionato. No mesmo período do ano passado, tinham sido registrados pouco mais de 3.900 casos.

De acordo com a Segup, os casos no Pará envolvem, principalmente, crimes na internet. Os casos mais comuns envolvem clonagem de números telefônicos e criação de perfis falsos em redes sociais.

Nos últimos meses, com a chegada do período de veraneio no estado, a Segup informou que tem registrado um aumento de casos de estelionato envolvendo o suposto aluguel de casas em balneários. No golpe, o estelionatário cria um perfil falso em um site de vendas e finge alugar casas em balneários do estado. Quando atrai uma vítima, o golpista solicita um deposito em dinheiro para a efetivação do contrato de aluguel. Depois da transferência, o estelionatário desaparece e exclui o perfil.

“Um dia um amigo meu me passou uma mensagem questionando se eu tinha alguma casa em Salinópolis. Eu disse pra ele que não tinha. Nisso, ele me passou o número de uma pessoa, que se passava por mim, pedindo dinheiro para alugar uma casa na cidade. Imediatamente eu fiz um B.O., relatando o acontecido”, conta uma vítima de estelionato que preferiu não se identificar.

Sobre os casos de estelionato, a Polícia Civil informou que todas as delegacias de Belém estão disponíveis para denuncias desse tipo de golpe. Além disso, a vítima também pode relatar o acontecido por meio da delegacia virtual, no site da Segup. A Polícia reforça a importância de que esses casos sejam denunciados para que esse tipo de crime seja coibido.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend