Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 16 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Campanha de vacinação contra gripe no Pará entra na terceira etapa

Por ORM
Publicado em 11 de maio de 2020 às 04:21H

Compartilhe:
É necessário que a população tome a vacina para evitar a doença, que pode ser muito grave em pessoas dos grupos prioritários (Pedro Guerreiro / Agência Pará)

Começa nesta segunda-feira (11) a terceira etapa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza no Pará. Até o dia 17 de maio serão imunizadas crianças com idades de seis meses a menos de cinco cinco anos, além de pessoas com deficiência, gestantes e puérperas (mulheres que tiveram bebês há até 45 dias). Somente a partir do dia 18 começa a vacinação do grupo prioritário, formado por adultos de 55 a 59 anos e os professores de escolas públicas e privadas.

De acordo com a coordenadora estadual de Imunização, Jaíra Ataíde, a estimativa da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) é imunizar 733.110 pessoas. O maior grupo é o de crianças na faixa etária entre seis meses e 5 anos, estimado em 612.865 indivíduos. No Pará, a meta é vacinar, neste período, 90% de cada grupo prioritário.

“Nosso maior desafio nesse momento em que enfrentamos a pandemia da covid-19 é atingir a meta mínima de 90% de crianças vacinadas em cada um dos municípios do estado, uma vez que não teremos o Dia D de mobilização nacional. Precisamos de toda ajuda e colaboração da comunidade no sentido de seguir a estratégia municipal e vacinar todas as crianças contra a gripe”, ressaltou Jaíra Ataíde.

Cabe ressaltar que a vacina não protege contra a covid-19, apenas contra os vírus Influenza A (H1N1), A (H3N2) e Influenza B. A coordenadora da Sespa reforça também que os municípios sigam as orientações para evitar aglomeração nas Unidades Básicas de Saúde, onde as vacinas são ofertadas. 

Para quem precisa levar os filhos para serem imunizados nas cidades onde foi decretado o lockdown, a orientação é que pais ou responsáveis estejam sempre com o documento de identificação e a carteirinha de vacinação da criança em mãos. 

No Pará, até agora, a campanha obteve resultados satisfatórios de imunização. No caso dos idosos, a meta de 549.470 pessoas vacinadas atingiu 101,65%, contemplando 558.530 indivíduos. Entre os trabalhadores de saúde a imunização alcançou 91,82% desse grupo. Além disso, nas fases anteriores, a campanha conseguiu imunizar 83.746 pessoas que apresentavam comorbidades, tais como obesidade, doenças cardíacas, renais, hepáticas, neurológicas, diabetes e doenças respiratórias crônicas. 

Belém

O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, informou no último dia 8 que a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) estenderá esta terceira etapa da vacinação contra gripe até o dia 5 de junho. Serão disponibilizadas mais de 50 salas de vacinação nas unidades de saúde do município. “Aproveitamos para reforçar a importância da adoção das medidas de proteção durante o deslocamento até as unidades básicas. A população não deve se descuidar do uso das máscaras, conforme estabelece o decreto municipal”, reiterou.

Os postos de vacinação vão funcionar de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h. A terceira etapa da campanha será dividida em dois momentos: o primeiro, de 11 a 17 de maio, voltado à imunização de crianças com idades entre seis meses a menores de 6 anos, gestantes, puérperas até 45 dias e pessoas com deficiência; e o segundo, que irá de 18 de maio a 5 de junho, destinado à imunização de adultos de 55 a 59 anos e professores das escolas públicas e privadas.

As vacinas são disponibilizadas pelo governo federal, de acordo com o censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que aponta a demanda de cada localidade.

Na primeira fase da campanha, o município vacinou cerca de 217 mil pessoas acima de 60 anos e profissionais da saúde. Já na segunda fase, foram mais 42 mil pessoas, entre profissionais das forças de segurança e saneamento, portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas, população privada de liberdade, caminhoneiros, motoristas de transportes coletivos 
e portuários.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend