Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 17 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

“Junho Violeta” foca em ações de combate à violência contra o idoso

Por ORM
Publicado em 09 de junho de 2020 às 04:30H

Compartilhe:
Closeup of elderly hands

Junho é o mês que marca o enfoque de instituições e o Poder Público acerca dos tipos de violência praticados contra cidadãos idosos, e, por causa da pandemia da covid-19, o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa Idosa definiu uma programação on-line alusiva ao “Junho Violeta”.

“O objetivo é conscientizar a população sobre as diversas formas de violência que a pessoa idosa sofre. A maioria dos crimes é cometida dentro de casa, e a sociedade não vê. A pior violência é quando eu ou você ficamos em silêncio. Denunciar é preciso, disque 100”, diz a terapeuta ocupacional da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos, Milenne Afonso. Ela representa o órgão no Conselho Estadual.

A programação começará nesta quarta-feira (10), com debate sobre o tema na página da Frente Norte de Fortalecimento à ILPI (FN – ILPI), espaço de articulação e fomento de ações no apoio, sem fins lucrativos, às Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs). 

No Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado na próxima segunda-feira (15), será apresentado um vídeo institucional mostrando como identificar e denunciar o crime. 

As denúncias de violência contra idosos podem ser feitas pelo Disque 100, que funciona diariamente, 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. As ligações podem ser feitas de todo o Brasil por meio de discagem gratuita, de qualquer terminal telefônico fixo ou celula.

Violências
 

As pessoas idosas sofrem violências físicas, de negligência/abandono, sexual, econômica/ financeira/patrimonial e psicológica. A violência física abrange o ato com uso da força física intencionalmente para ferir o lesar a pessoas, provocando até a morte. Manifesta-se, de maneira geral, mediante empurrões, beliscões, tapas, socos ou com o uso de armas.

Negligência é a omissão por familiares ou instituições responsáveis pelos cuidados básicos para o desenvolvimento físico, emocional e social do idoso, tais como privação de medicamentos, descuido com a higiene e saúde, ausência de proteção contra o frio e o calor. O abandono é uma forma extrema de negligência.

A violência sexual corresponde à ação  em que uma pessoa, de várias formas, obriga outra pessoa, de qualquer sexo, a ter, presenciar ou participar, de alguma maneira, de interações sexuais contra a sua vontade. Já a violência econômica envolve o usufruto impróprio ou ilegal dos bens dos idosos, e no uso não consentido por eles de seus recursos financeiros e patrimoniais.

A violência psicológica abarca qualquer forma de menosprezo, desprezo, preconceito e discriminação, incluindo agressões verbais ou gestuais, com o objetivo de aterrorizar, humilhar, restringir a liberdade ou isolar a pessoa idosa do convívio social. Pode resultar em tristeza, isolamento, solidão, sofrimento mental e depressão.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend