Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 14 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Vacinas contra o coronavírus são testadas em 108 voluntários chineses

Por Dol
Publicado em 23 de março de 2020 às 22:24H

Compartilhe:
30 de enero 2020rSubsecretaria Paula Daza, visitando laboratorio de ispch que cuenta con nueva tŽcnica de PCR para confirmaci—n diagn—stica de nuevo coronavirus r Fotos: Alejandra De Lucca V. / Minsal 2020

Divididos em três grupos, 108 voluntários receberam as primeiras injeções de uma vacina contra o novo coronavírus, na China. As vacinas são testes clínicos que iniciaram na última sexta-feira (20), segundo o jornal Global Times.  

Todos que receberam o teste têm idades entre 18 e 60 anos e são da cidade de Wuhan, local que o Covid-19 foi identificado em dezembro de 2019, antes da propagação pelo resto do mundo. No último domingo (22), uma fonte envolvida nos testes confirmou à Agência de Notícias Francesas (AFP) o início dos experimentos. 

Os testes em humanos foram permitidos pelas autoridades do setor de saúde da China no dia 17 de março. Neste mesmo dia, os Estados Unidos anunciaram o primeiro teste de uma vacina contra a COVID-19 em Seattle com 45 voluntários adultos.  

Os voluntários chineses serão acompanhados durante seis meses. Até o momento, não existe uma vacina ou tratamento aprovado no combate ao vírus, que já matou mais de 14 mil pessoas ao redor do planeta.  O anúncio dos testes com vacinas acontece em meio à escalada de tensões entre Estados Unidos e China pela pandemia. 

Donald Trump, presidente dos EUA, acusou Pequim de ser parcialmente responsável pela propagação do que o presidente chamou de “vírus chinês”, uma expressão que deixou o gigante asiático profundamente irritado. Um editorial do Global Times publicado na semana passada afirmou que “desenvolver uma vacina é uma batalha que a China não pode permitir-se perder”. 

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend