Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 19 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Chuvas fortes já atingem um terço do território do Pará

Por ORM
Publicado em 04 de novembro de 2020 às 11:53H

Compartilhe:
Chuvas (Agência Pará)

Começou a chover mais forte em algumas regiões do Pará, inclusive, com pancadas de alta intensidade, acompanhadas por trovões e ventos. Nesta terça-feira (3), municípios do Baixo Tocantins, Xingu, nordeste e sudeste do Estado registraram a ocorrência de chuvas. Os maiores índices pluviométricos ocorreram em Altamira (99 milímetros), Marabá (96mm), Vitória do Xingu (95.2mm) e Senador José Porfírio (42.6mm). Os dados são do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). 

De acordo com o diretor do 2º Distrito Meteorológico do Inmet, José Raimundo Sousa, as precipitações foram provocadas por um aglomerado de nuvens cumulunimbus e pela umidade elevada do tempo, considerando a variação de temperatura nos oceanos Atlântico (aquecimento) e Pacífico (esfriamento). Uma dessas nuvens se deslocou sobre as baías do Guajará e do Marajó, tendo, inclusive, provocado chuva logo cedo sobre a capital paraense. Em Bragança, no nordeste do Estado, também choveu.

O tempo esteve fechado também nos municípios de Rondon do Pará, Tucuruí, Dom Eliseu e Paragominas. Como o Inmet já havia adiantado, em novembro as chuvas tendem a se intensificar, indicando a aproximação do inverno amazônico. Desde a segunda quinzena de setembro os paraenses vêm sentindo a mudança do clima, com a maior incidência de chuvas. Dezembro também será um mês marcado por altos índices pluviométricos, que chegarão ao ponto máximo em janeiro, com chuvas que podem ter até 48 horas de duração.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend