Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 26 de August de 2019
Sistema Floresta

Likes no Instagram: mudança alimenta debate sobre saúde física, emocional e mental

Por Dol
Publicado em 18 de julho de 2019 às 12:38H

Compartilhe:
Para a psicóloga, decisão de ocultar quantidade de likes no Instagram permitirá maior liberdade e vivências reais entre os usuários. | Reprodução

A decisão do Instagram em “esconder” o número de curtidas em fotos e de visualizações em vídeos dos outros usuários virou motivo de polêmica.

De um lado, usuários comemoração a novidade. Do outro, alguns acharam a medida drástica demais.

Para a psicóloga Vânia Celedônio, a competição por cliques e a constante necessidade de aprovação em posts são riscos à saúde mental e emocional, fatores que teriam motivado a decisão da empresa. 

“É comum ouvirmos relatos de clientes que se sentiram tristes, que tiveram alguma consequência emocional porque não receberam a quantidade de curtidas esperada ou porque não receberam a curtida de uma determinada pessoa, porque se sentiram rejeitada, por ter tido, através da curtida, algum tipo de aceitação” explica ela.

A especialista ressalta ainda que o número de curtidas pode gerar transtornos, colocando em jogo não só a aceitação, mas também a autoestima, confiança, expectativas em relação a vida, dentre outros.

“A gente expõe nas redes sociais o que existe de melhor, nossos momentos mais felizes, mais exitosos, nossas conquistas, então, a rede social é sim um modelo que a gente costuma mencionar muitas vezes de idealizado, ou seja, acaba sendo criado um padrão idealizado de comportamento, onde parece que as pessoas estão sempre felizes, magras, bem-sucedidas financeiramente e profissionalmente, intelecto mais desenvolvido, êxitos”, destaca.

FIM DO “PADRÃO IDEALIZADO”

No entanto, segundo a psicóloga, aquelas pessoas que estão passando por um momento difícil ou por uma oscilação na vida se deparam com esse “padrão idealizado”, acaba criando altas expectativas e se sentindo frustrada, deslocada e não inclusa.

“É aí que pode ocorrer a rejeição, a fragilidade na autoestima e outros fatores. Então, eu acho que foi uma decisão inteligente”, opina Celedônio, acrescentando que a grande surpresa deve ser em relação “a maior liberdade das pessoas ao postarem fotos”.

MAIS LIBERDADE

Para a psicóloga, mais do que números e quantidades, “as pessoas vão se sentir mais livres para postarem aquilo que desejam, sem se sentirem presos a aquela determinada quantidade de curtidas e vão realmente viver cada experiência”, enfatiza a especialista.

Veja o que dizem alguns internautas, anônimos e famosos:

Vai achando que é só pela saúde mental!

Será que as pessoas vão mesmo deixar de mostrar suas “vidas perfeitas” só por causa do número de likes que não está mais aparecendo? Usuários da plataforma apontam que, com o sucesso dos stories, o Instagram se viu obrigada a dar uma repaginada no feed. 

Seria uma forma do usuário navegar com mais segurança pelo feed e curtir o que mais lhe agrada, sem entregar seus gostos ou peculiaridades para familiares e amigos. 

Sem os likes, o Instagram, de acordo com alguns usuários, conseguirá fazer com que as pessoas passem mais tempo no feed, fornecendo mais informações sobre os usuários. 

E você, internauta, o que achou da decisão do Instagram? Aprovou ou não?

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend