Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 25 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Amazonas anunciou alerta roxo após registrar números recordes de internações por Covid-19

Por G1
Publicado em 04 de janeiro de 2021 às 23:36H

Compartilhe:

Depois registrar números recordes de internações por Covid-19, o governo do Amazonas anunciou alerta roxo.

Ambulâncias chegam a todo tempo no Hospital 28 de Agosto, um dos principais da capital. Do lado de fora da unidade, parentes de pacientes reclamam. “Eu estou com meu pai já está lá há 24 horas. Foi entrada de ontem, 10h e já fez 24 horas. Eu estou sem informação nenhuma dele”, conta um parente de um dos pacientes.

O movimento é grande em busca de atendimento precoce na tenda de triagem. Mais um recorde diário de internações foi registrado em 24 horas em Manaus – 177 pessoas precisaram ser hospitalizadas de sábado (2) para domingo (3). De acordo com a Fundação de Vigilância em Saúde, quase 25 mil pessoas com Covid estão sendo monitoradas em todo o estado.

A taxa de ocupação UTIs na rede pública passa de 92%. Na rede privada chegou a 94%.

“A nossa análise de risco está apontando que nós estamos em um nível muito alto, de muito alto risco. Portanto, nós saímos da fase vermelha e estamos na fase roxa”, afirma Rosemary Pinto, Diretora Presidente da FVS-AM.

A fase roxa é a mais grave na escala do governo do Amazonas e considera indicadores como ocupação de UTIs e número de mortes.

Em Manaus só estão funcionando supermercados, drogarias e outros poucos serviços. Depois de decisão da Justiça, o governo decretou a paralisação das atividades não essenciais.

“Se não houver a colaboração de todas as pessoas, entendendo que é preciso evitar aglomerações e respeitar as orientações das autoridades em saúde, vai chegar o momento em que nós não teremos leitos disponíveis para atender aquelas pessoas que forem acometidas pela Covid”, diz o governador Wilson Lima.

Uma equipe do Ministério da Saúde está analisando a situação das unidades da capital para saber de que forma o governo federal vai ajudar.

“O Ministério da Saúde veio com a disponibilidade de permanecer no estado do Amazonas o tempo que for necessário para que nós possamos somar ao governo do estado e ao governo do município nas ações de enfrentamento a doença e resolução dos problemas graves que afligem o povo do estado do Amazonas”, afirma Mayra Pinheiro, secretária de Gestão do Trabalho e da Educação do MS.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend