Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 14 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

EUA permite que vacinados contra covid-19 se reúnam sem uso de máscara

Por R7
Publicado em 08 de março de 2021 às 22:50H

Compartilhe:

Nos Estados Unidos, os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) divulgaram as recomendações para os imunizados contra a covid-19. No documento publicado nesta segunda-feira, 8, consta que os vacinados contra a doença poderão se reunir com outros imunizados sem que haja risco à saúde, sem máscara e em lugares fechados, mas, desde que haja precaução.

Os EUA, já autorizaram os imunizantes desenvolvidos por Pfizer, Moderna e Johnson & Johnson.

Segundo informações, 59 milhões de pessoas já receberam ao menos uma dose de alguma das vacinas nos EUA. E, 31 mlhões — 9,2% da população — já estão completamente imunizados.

Durante um entrevista coletiva a equipe de especialistas contra a covid-19 da Casa Branca, juntamente com a diretora dos CDC, Rochelle Walensky, explicou as principais recomendações para a população que já foi completamente vacinada, ou seja, que receberam as duas doses das vacinas de Pfizer ou Moderna, ou a dose única do imunizante da Johnson & Jonhson, há pelo menos duas semanas.

Conforme divulgou os CDC, as pessoas completamente vacinadas poderão voltar a se reunirem em “pequenos grupos” em lugares fechados, sem o uso de máscara nem praticar distanciamento social.

“Se você e um amigo, ou um membro da família estão vacinados, podem jantar juntos, sem máscara nem distanciamento social. Pode visitar os seus avós, caso você e eles estejam vacinados”, detalhou Walensky.

Para Walensky “as pessoas vacinadas por completo podem visitar pessoas não vacinadas de outra casa em um lugar fechado sem usar máscaras nem manter distanciamento social, caso os não vacinados não tenham alto risco de covid-19 grave”.

Além disso, a diretora dos CDC explicou que os não vacinados sem alto risco são pessoas com menos de 65 anos e que não sofram de alguma doença anterior, como: câncer, diabetes ou problemas cardíacos.

“Se os avós estiverem vacinados, podem vistar a filha e a família, mesmo se eles não estiverem vacinados, contanto que não corram risco grave”, exemplificou.

Mas, de acordo com a especialista, se forem pessoas não imunizadas com fatores de risco, os vacinados precisam utilizarem máscara, manter o distanciamento e marcarem reuniões em lugares ao ar livre ou bem ventilados.

“Isto é recomendado para manter seguros os indivíduos em alto risco e não vacinados”, complementou.

Vacinados precisam fazer quarentena?

Para os CDC, os imunizados que foram expostos a pacientes com covid-19, não é necessário ficarem em quarentena ou realizarem testes desde que estes não apresentem sintomas.

Walensky disse que os CDC estão “reajustando” suas recomendações de viagem, e lembrou que os Estados Unidos e o mundo seguem em meio a uma grave pandemia e que “90% da população ainda não foi totalmente vacinada”.

“Todas as pessoas, vacinadas ou não, devem evitar grandes ou médias reuniões, assim como viagens não essenciais. Quando em espaços públicos, devem continuar com máscaras bem ajustadas, distanciamento social e seguindo outras medidas de saúde pública para protegerem a si próprios e aos outros”, afirmou.

A vacina é eficaz?

Para a especialista, Walensky, dados clínicos “robustos” mostraram que “as vacinas atuais contra a doença vem sendo altamente eficazes na proteção das pessoas contra doenças graves, hospitalização ou morte.

Mas, ainda existe “um pequeno risco” de os imunizados possam ser infectadas com a doença e serem assintomáticos ou com sintomas leves da doença, o que poderia transmitir o vírus para quem não foi vacinado.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend