Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 28 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Governo suspende aplicação da vacina de Oxford em grávidas

Por SBT News
Publicado em 11 de maio de 2021 às 22:41H

Compartilhe:

O Ministério da Saúde suspendeu a aplicação da vacina de Oxford, desenvolvida pela AstraZeneca em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), para grávidas e puérperas – mulheres que deram à luz recentemente. A medida foi anunciada pelo titular da pasta, Marcelo Queiroga, nesta 3ª feira (11.mai).

A decisão vem após uma gestante ter morrido após receber a vacina. Ainda não se sabe se a causa da morte foi a aplicação da dose. Mas, segundo uma divulgação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), uma mulher que recebeu o imunizante sofreu um grave acidente vascular hemorrágico, e veio a óbito, assim como o feto.

Durante a coletiva de imprensa, Queiroga deu os sentimentos à família da gestante. “Externo o nosso sentimento de pesar à família dessa jovem brasileira. Todas as perdas são importantes e significativas, mas, em especial a uma jovem, no mês de maio que é simbólico das mães” disse o ministro.”Nosso objetivo sempre foi salvar vidas”, completou.

O imunologista consultor do Programa Nacional de Vacinação Jorge Kalil também participou do anúncio e destacou que a causa da morte da mãe ainda está sendo investigada.

“Não está claro que a vacina tenha sido a causa dessa trombose, desse AVC. Não existe ainda essa causalidade. Estamos examinando detalhes de todo o prontuário”, disse. Kalil também afirmou que fará exames de imagem e sangue para chegar a uma conclusão do caso.

Anvisa recomendou suspensão

Na 2ª feira (10.mai) a Anvisa divulgou recomendação para que a vacina deixasse de ser aplicada em gestantes e puérperas. A agência destacou que a bula do imunizante não autoriza aplicação no grupo.

Grávidas recebem outras doses

O Ministério da Saúde também divulgou que parte das gestantes ainda serão imunizadas com outros tipos de vacinas. A medida vale para mulheres que estão grávidas e possuem comorbidades. O grupo, em específico, receberá doses da vacina CoronaVac ou da Pfizer.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend