Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 14 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Mutação mais perigosa de covid-19 predomina em 6 estados, diz Fiocruz

Por SBT News
Publicado em 04 de março de 2021 às 22:58H

Compartilhe:

A variante mais contagiosa da covid-19 se tornou predominante em pelo menos seis estados, aponta estudo divulgado nesta 5ª feira pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O número, porém, pode ser maior, pois a pesquisa foi feita somente em oito dos 26 estados.

O estudo indica que os casos de coronavírus eram de variantes mais agressivas em:

71,1% dos casos analisados no Ceará;
70,4% dos do Paraná;
63,7% de Santa Catarina;
62,7% do Rio de Janeiro;
62,5% do Rio Grande do Sul;
50,8% de Pernambuco.

Apenas dois estados tinham menos da metade dos casos sendo de mutações da covid-19:

Alagoas, com 42,6% de casos da variante mais contagiosa;
Minas Gerais, com 30,3%.

Novo protocolo

As mutações foram identificadas graças a um novo protocolo de RT-PCR desenvolvido pela Fiocruz Amazonas.

O exame é capaz de detectar a mutação comum em três das chamadas “variantes de preocupação” que circulam no mundo: a P.1, identificada inicialmente no Amazonas; a B.1.1.7, do Reino Unido; e a B.1.351, da África do Sul.

Segundo a Fiocruz, “há indicações de que a prevalência que está sendo observada nos estados esteja associada à P.1 [mutação surgida no Amazonas], uma vez que as outras duas variantes [da África do Sul e do Reino Unido] não têm sido detectadas de forma expressiva no território brasileiro”.

Restrições

O estudo conclui que é necessária a “imediata adoção ampla de medidas não farmacológicas de proteção com o objetivo de reduzir a velocidade da propagação e o crescimento do número de casos”.

Entre as medidas estão o distanciamento físico, o uso de máscaras, a higiene das mãos e a adoção de medidas mais rigorosas de restrição da circulação e das atividades não essenciais.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend