Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 25 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Pará tem 5 casos confirmados da variante delta do coronavírus

Por G1
Publicado em 31 de agosto de 2021 às 23:15H

Compartilhe:

O Pará possui cinco casos confirmados da variante delta do novo coronavírus.

Três casos foram confirmados em Belém nesta terça (31), após sequenciamento genético das amostras pelo Laboratório Central do Pará (Lacen) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Os outros dois casos foram confirmados no início de agosto.

De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), todos os casos são de fora do estado ou do país. Não há transmissão comunitária confirmada pela secretaria.

Os casos confirmados nesta terça são de duas pessoas da mesma família, um homem, de 22 anos e uma mulher de 43, filho e mãe.

Uma terceira pessoa da mesma família, irmã do homem de 22 anos, também foi diagnosticada com Covid-19, porém a amostra da paciente estava com a carga viral muito baixa, o que impossibilitou o sequenciamento genético e a confirmação de que se trata da variante delta. Os irmãos vieram de Portugal e foram testados no Aeroporto Internacional de Belém, de acordo com a Sespa.

O terceiro caso confirmado, foi o de uma mulher, de 16 anos, que veio do Rio de Janeiro e também foi testada no Aeroporto de Belém. Inicialmente, o caso não era considerado suspeito da nova variante, uma vez que a paciente estava assintomática, mas após testagem no aeroporto, foi possível colher a amostra, comprovar que ela estava contaminada com Covid-19 e confirmar pelo sequenciamento genético de que se trata da variante delta.

A Sespa disse que o monitoramento do estado de saúde dos pacientes é de responsabilidade da vigilância sanitária do município e, até o momento, a secretaria disse que não recebeu informações oficiais sobre o estado de saúde dos pacientes.

Já a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) disse que a equipe de Vigilância Epidemiológica da secretaria foi acionada, coletou amostras e encaminhou para análise do Lacen, confirmando Covid-19 em um dos casos.

Segundo a Sesma, as amostras foram encaminhadas para o laboratório do Instituto Evandro Chagas para sequenciamento genético, que deve determinar se corresponde ou não a uma nova cepa, segundo a secretaria. Já o IEC disse que não recebeu as amostras para análise.

A Sesma afirmou, ainda, que a equipe segue acompanhando e fazendo o rastreamento dos contatos feitos pelos casos suspeitos.

No boletim desta terça (31), o Pará registra 584.363 casos de Covid-19 e 16.461 mortes provocadas pela doença, desde o início da pandemia. Até então, foram 547.215 recuperados.

Casos anteriores

No dia 5 de agosto, a Sespa confirmou os dois primeiros casos da variante delta no estado, em uma mulher de 26 anos e no cônjuge, de 39 anos. O casal reside nos Estados Unidos e começou a sentir os sintomas quatro dias após chegar à capital paraense.

Amostras

A Sespa informou que as amostras passam por análise no Lacen para identificar se são passíveis de sequenciamento e posterior envio ao laboratório de referência.

Em Julho, 77 amostras foram enviadas para sequenciamento, e em agosto 18 foram enviadas em caráter de urgência. Demais amostras ainda serão enviadas, pois os envios ocorrem com o fechamento do mês, segundo a secretaria.

Vacinação

Até esta terça (31), 6.519.716 doses de vacina foram aplicadas no Pará.

Na 1ª dose, foram 4.066.022 doses aplicadas, o que corresponde a 46,32% da população. Já na segunda dose, foram 2.453.694, equivalendo a 27,95% da população, segundo dados da Sespa e do Instituto Brasileiro de Geografia Estatística (IBGE).

Em Belém, quem recebeu a primeira dose de Astrazeneca até 30 de junho e nasceu entre 1962 e 1971 deve procurar os locais para receber a segunda dose da vacina na quarta-feira (1º).

Já na quinta (2), recebe a segunda dose os nascidos de 1972 e 1975 e que tomaram a primeira dose da Astrazeneca até o dia 30 de junho.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend