Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 25 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Ministério Público sustenta condenação de PMs acusados de envolvimento na chacina do Guamá

Por ORM
Publicado em 06 de julho de 2020 às 16:52H

Compartilhe:

O promotor de Justiça Militar do Ministério Público, Armando Brasil, sustentou a acusação e pediu a condenação dos quatro policiais militares acusados de envolvimento na Chacina do Guamá. A manifestação do promotor durou cerca de uma hora e foi a primeira feita na sessão desta segunda-feira (06), que julga os réus José Maria da Silva Noronha (cabo Noronha), Pedro Josemar Nogueira da Silva (cabo Nogueira), Wellington Almeida Oliveira (cabo Wellington) e cabo Leonardo Fernandes de Lima (cabo Leo) e é presidida pelo juiz Lucas do Carmo de Jesus.

Na Justiça Militar (JM), os crimes pelos quais os acusados estão sendo julgados são os de associação para a prática criminosa, com pena de até oito anos, e peculato, cuja pena prevista é de até 15 anos. Caso sejam condenados, como há o entendimento de que os crimes sejam conexos, as penas são somadas.

(Ascom TJ)

O promotor também lembrou que há a possibilidade de expulsão dos réus, visto que penas superiores a dois anos aplicadas a PMs podem ter como consequência a exclusão da corporação. De acordo com Brasil, há “farta quantidade de provas e testemunhas que sustentam a acusação”.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend