Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 15 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Ano tem saldo positivo na contratação de mulheres no Pará

Por ORM
Publicado em 03 de março de 2020 às 11:48H

Compartilhe:
Foram feitas, em todo o Pará, 83.871 admissões de trabalhadoras (Photo by Canva Studio from Pexels)

Houve mais contratações que demissões de mulheres no Pará em 2019. É o que mostra o estudo elaborado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA) sobre o mercado de trabalho formal no Estado do Pará, com base em informações do Ministério da Economia (Caged). Foram feitas, em todo o Pará, 83.871 admissões de trabalhadoras, contra 79.011 desligamentos, gerando um saldo positivo de 4.860 postos de trabalhos. A divulgação do levantamento, nesta terça-feira (3), dá-se pela proximidade do Dia Internacional da Mulher, no próximo domingo, 8 de março.

Em números absolutos no emprego formal, levando-se em conta homens e mulheres, houve 283.202 admissões, contra 270.127 desligamentos, gerando um saldo positivo de 13.075 postos de trabalhos.

No ano de 2018, o Estado também apresentou saldo positivo no emprego formal feminino, só que um menor ao verificado em 2019. De janeiro a dezembro de 2018 foram feitas 80.318 admissões formais femininas, contra 75.901 desligamentos, gerando um saldo positivo de 4.417 postos de trabalhos.

O levantamento revela ainda que, em 2019, os setores econômicos do Estado que se destacaram na geração de empregos formais femininos, no comparativo entre admitidos e desligados, foram Serviços, com saldo positivo de 2.537 postos de trabalhos; Comércio, 2.257; Indústria de Transformação, 226; e Extrativo Mineral, com saldo positivo de 185 postos de trabalhos.

Em 2019, os setores econômicos do Pará que apresentaram queda na geração de empregos formais femininos foram Agropecuária, com saldo negativo de 215 postos de trabalhos; Construção Civil, 59; Serviço Indústria e Utilidade Pública, 41; e setor da Administração Pública, com saldo negativo de 30 postos de trabalhos.

A capacitação dessas profissionais tem sido decisiva para a expansão no mercado de trabalho. O Dieese/PA observa, com base nos dados do Caged, que em 2019, do total de 83.871 admissões formais femininas ocorridas no Pará, mais de 80% das trabalhadoras tinham escolaridade do nível médio completo ao superior completo.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend