Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 24 de June de 2024
Sistema Floresta

Desenrola Brasil reduz o endividamento entre a população que mais precisa

Por Floresta News
Publicado em 27 de maio de 2024 às 02:06H

Compartilhe:

Balanço final mostra que, entre as 15 milhões de pessoas que saíram da inadimplência, mais de 2 milhões estão entre as de renda mais baixa, a chamada Faixa 1

Reduzir o endividamento melhora a vida das pessoas e ajuda a aquecer a economia do País, pois com o nome limpo, o cidadão pode voltar a consumir. O programa Desenrola Brasil, encerrado no último dia 20, contribuiu para reduziu a inadimplência entre a população que mais precisa, beneficiando 15 milhões de pessoas com a negociação de R$ 53 bilhões em dívidas.

A comunicadora socioambiental Lays Cristina Araújo está entre as pessoas que buscou o Desenrola Brasil para colocar a vida financeira em ordem. Ela estava com as contas organizadas até 2022, quando seu pai faleceu e surgiram despesas não previstas que a fizeram se endividar no cartão de crédito. O Desenrola Brasil foi a oportunidade para negociar as dívidas com condições melhores.

“Assim que começou busquei o Desenrola e, se não fosse o programa, com certeza eu ainda estaria com a dívida. Teve dívida minha que consegui desconto de quase 90% com o programa. Não teria sido possível, de forma alguma, conseguir quitar se não fosse pelo Desenrola”, disse Lays Cristina.

“Foi bastante intuitivo ver a diferença dos juros. Eu me preocupava muito com o fato de ter uns juros muito altos e na plataforma do governo você via a grande diferença. Pra mim foi importante organizar essas dívidas sem comprometer a sustentabilidade da minha família”, acrescentou a comunicadora socioambiental.

O Desenrola Brasil foi lançado pelo Governo Federal em julho de 2023 para combater a crise de inadimplência provocada pela pandemia da Covid-19. O balanço final mostra que o programa reduziu em 8,7% a inadimplência entre a população mais vulnerável do País, que era o público prioritário, a chamada Faixa 1. Essa faixa contemplou as pessoas com renda de até dois salários mínimos ou inscritas no CadÚnico, e as negociações eram feitas pelo site e pelos canais parceiros.

Pelos dados do Serasa, de maio de 2023 a março de 2024, caiu de 25,2 milhões para 23,1 milhões o número de pessoas inadimplentes dentro dos critérios da Faixa 1 do programa.

O diretor de programa da Secretaria de Reformas Econômicas do Ministério da Fazenda, Quênio França, afirmou que os resultados do programa vão além da renegociação de dívidas. Segundo ele, o Desenrola teve também a ação educativa de conscientizar o cidadão sobre gastar com responsabilidade.

(Governo Federal)

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend