Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 16 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Mais 2,5 milhões recebem primeira parcela do auxílio nesta quarta

Por R7
Publicado em 17 de junho de 2020 às 04:27H

Compartilhe:
O pagamento é feito por meio de crédito em conta digital da Caixa GUILHERME DIONíZIO/ESTADÃO CONTEÚDO

Mais 2,5 milhões de trabalhadores informais nascidos entre julho e dezembro vão receber nesta quarta-feira (17) a primeira parcela do auxílio emergencial de R$ 600. Eles fazem parte de novo lote de 4,9 milhões de requerimentos aprovados na semana passada. Outros 2,4 milhões tiveram o valor depositado em suas contas digitais na terça (16).

No total, serão disponibilizados mais R$ 3,2 bilhões. O depósito será feito na poupança digital dos beneficiários e o valor estará disponível para o pagamento de contas, boletos e para a realização de compras por cartão de débito virtual ou QR Code.

Quem quiser sacar terá de esperar um pouco. O calendário para a retirada em dinheiro começa em 6 de julho. Também será possível fazer transferências bancárias a partir desta data, para evitar aglomerações em agências bancárias.

Veja as datas dos saques em dinheiro:

Nascidos em janeiro: 6 de julho
Nascidos em fevereiro: 7 de julho
Nascidos em março: 8 de julho
Nascidos em abril: 9 de julho
Nascidos em maio: 10 de julho
Nascidos em junho: 11 de julho
Nascidos em julho: 13 de julho
Nascidos em agosto: 14 de julho
Nascidos em setembro: 15 de julho
Nascidos em outubro: 16 de julho
Nascidos em novembro: 17 de julho
Nascidos em dezembro: 18 de julho

Terceira parcela

A terceira parcela começa a ser paga para o grupo de beneficiários do Bolsa Família a partir desta quarta-feira (17). Esse grupo segue o calendário regular de pagamento do programa, que é realizado nos dez últimos dias úteis de cada mês, de forma escalonada, de acordo com o NIS (Número de Identificação Social).

O calendário para aqueles que receberam a primeira parcela após 30 de abril e do pagamento da terceira parcela para os demais ainda não foi divulgado pelo Ministério da Cidadania e pela Caixa.

Quem tem direito

O auxílio foi criado para minimizar a crise provocada pelo coronavírus na população de baixa renda e de trabalhadores informais.

Para ter direito ao benefício é preciso estar desempregado, ou ser microempreendedor individual, contribuinte individual da Previdência Social e trabalhador informal.

Além de pertencer à família cuja renda mensal por pessoa não ultrapasse meio salário mínimo (R$ 522,50), ou cuja renda familiar total seja de até três salários mínimos (R$ 3.135,00).

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend