Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 28 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Serasa Experian relança plataforma para negociação de dívidas

Por Notícias ao minuto
Publicado em 30 de agosto de 2018 às 14:51H

Compartilhe:

Na negociação pela internet, os credores oferecem descontos que podem chegar a até 92% do valor da dívida.

ASerasa Experian relançou a ferramenta para negociação de dívidas. Voltado para acesso por smartphones, no Serasa Limpa Nome o consumidor pode verificar total das contas, renegociar o débito, emitir o boleto, pagá-lo e limpar o nome. Na negociação pela internet, os credores oferecem descontos que podem chegar a até 92% do valor da dívida.

Segundo o Serasa, a plataforma consegue atingir 27 milhões de pessoas que possuem contas em aberto. Atualmente, há 61,6 milhões de brasileiros com o nome sujo na base de dados da empresa.

Além de mostrar as contas que foram negativadas, o sistema também mostra as contas vinculadas ao CPF do consumidor que estão atrasadas, mas ainda não foram protestadas pelas empresas. Itaú, Bradesco, Net/Claro, Losango, Tricard, Porto Seguro cartões e Ipanema Credit Management participam da negociação online.

Para Pedro Dias Lopes, diretor do Serasa Consumidor, a plataforma facilita a negociação por reunir em ambiente virtual o devedor e o credor, sem o intermédio de ligações de cobrança, por exemplo. Um levantamento feito pela empresa verificou que o devedor não gosta de ser abordado por telefone, e prefere que o contato seja feito digitalmente, por email ou aplicativo de mensagens.

Para utilizar o sistema, o consumidor deve acessar o site do Serasa Limpa Nome e digitar seu CPF. O sistema mostrará as contas em aberto. Há opções de pagamento a vista ou parcelado. Após aceitar o acordo, um boleto é emitido. Caso o devedor precise, consegue emitir segunda via ou outras parcelas do acordo também pela plataforma.

DÍVIDAS

Com o nome sujo e o orçamento comprometido, quatro em cada dez devedores pegaram empréstimos com parentes e não pagaram, mostra um levantamento feito pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) com a CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas).  O número é dez pontos percentuais maior que na mesma pesquisa feita no ano passado.

Apesar das contas mais apertadas, subiu o número de pessoas que acreditam que pagarão as dívidas nos próximos três meses (de 19,9% para 35,6%). Segundo especialistas, antes de aceitar um acordo para limpar o nome, é preciso que o consumidor faça um orçamento completo da família para verificar se conseguirá honrar a negociação e não ficar inadimplente novamente. Com informações da Folhapress.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend