Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 25 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Setor de serviços fechou mais de 3 mil postos formais de trabalho no Pará

Por ORM
Publicado em 16 de junho de 2020 às 15:55H

Compartilhe:

O setor de serviço do Pará foi um dos mais afetados na pandemia entre os estados da Região Norte, com quase mais de 3 mil postos de trabalho formais fechados em abril. O dado faz parte de estudo divulgado nesta terça-feira (16), pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese Pará) e Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster), com base em informações do novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). É a segunda vez este ano que o segmento apresenta saldo negativo no comparativo entre admitidos e desligados.

Em abril, o balanço efetuado mostra saldo negativo de empregos formais no comparativo entre admitidos e desligados no setor no Pará. Foram feitas no mês, em todo o Estado, 4.931 admissões contra 8.054 desligamentos, gerando diminuição de 3.123 postos de trabalhos. De acordo com o levantamento feito, a perda afetou várias atividades, como hotéis e similares, bares e restaurantes, transportes e atividades culturais.

A grande maioria dos estados da Região Norte também apresentou saldo negativo de empregos formais em abril, no comparativo entre admitidos e desligados, com destaque para o Pará, com a perda de 3.123 postos de trabalhos formais, seguido do Amazonas, com menos 2.152 vagas; Rondônia (-1.583); Tocantins (-1.178); Roraima (-326) e Amapá (-271). Também no mesmo mês, o Acre apresentou saldo positivo, com a geração de 363 postos de trabalhos no segmento.

Em toda a Região Norte, o estudo afirma que, em abril, foram 11.607 admissões contra 19.877 desligamentos no setor de serviços, gerando um saldo negativo de 8.270 postos de trabalhos formais.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend