Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 27 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Vendas crescem 15% nas farmácias durante pandemia, diz estudo

Por ORM
Publicado em 07 de abril de 2020 às 14:10H

Compartilhe:

Na contramão do coronavírus, as farmácias têm registrados um aumento das vendas durante o período de isolamento social, em contraste a outros setores da economia, como alimentação fora do lar, indústria e comércio. O segmento teve, no Brasil, um incremento de 15% nas demandas, segundo uma pesquisa feita pelo Boston Consulting Group. Mesmo sem um levantamento fechado, no Pará, o setor também já percebe um aumento na procura de alguns itens, como remédio para gripe, vitamina C, além de álcool em gel e máscaras cirúrgicas.

Na manhã desta terça-feira (7), a reportagem de O LIBERAL percorreu alguns estabelecimentos da capital paraense e flagrou uma intensa movimentação de clientes. Na avenida Duque de Caxias, por exemplo, há pelo menos 11 farmácias, sendo uma dentro de um supermercado e outra de manipulação. Em apenas um quarteirão, entre as travessas Humaitá e Vileta, existem cinco lojas, as quais tinham até fila de carro para estacionar. Na entrada, as mãos dos clientes eram higienizadas com álcool por funcionários, e todos os atendentes usavam máscaras e luvas.

Não autorizada pela empresa a dar entrevistas à imprensa, a gerente de uma das farmácias garantiu que nos últimos dias houve uma grande procura por alguns medicamentos. “Vitamina C e antigripal são os que esgotam mais rápido. Aspirina, por exemplo, está em falta há uma semana”, diz. Um funcionário de outra rede conta que, para atender a demanda, alguns colaboradores passaram a esticar a jornada de trabalho. “Temos uma escala, mas segue a mesma de antes do coronavírus. Tem muita gente com hora extra. Estamos trabalhando mais que antes”, explica.

A reportagem entrou em contato com quatro redes de farmácia que atuam no Estado e aguarda respostas. A redação também espera um posicionamento da Federação Brasileira das Redes Associativistas e Independentes de Farmácias (Febrafar) sobre o aumento nas vendas durante o isolamento social e o número de contratações no mês de março.

Álcool em gel gerou um faturamento de 381% para as farmácias

O Farmácias APP, aplicativo de vendas online de saúde e beleza, realizou um levantamento sobre as vendas de itens relacionados à prevenção da Covid-19 no Brasil, incluindo as lojas físicas e e-commerce. O estudo aponta que o montante do faturamento da comercialização de máscaras e álcool em gel no País cresceu 174% e 185% em janeiro e fevereiro de 2020, respectivamente, em comparação com o mesmo período de 2019.

No primeiro mês do ano, as máscaras lideraram o crescimento, com alta de 133% no faturamento. Os antissépticos para as mãos tiveram um aumento de apenas 4%. Já em fevereiro, o álcool em gel gerou um faturamento de 381%, enquanto as máscaras hospitalares cresceram 215% no comparativo.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend