Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 23 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Enem Digital pode ser feito em casa? Entenda como será a prova

Por R7
Publicado em 15 de maio de 2020 às 09:03H

Compartilhe:
Prova manterá o formato da versão impressa Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O Enem 2020 (Exame Nacional do Ensino Médio) oferece neste ano uma versão digital das provas.  Entenda como vai funcionar antes de fazer a inscrição para o exame — o prazo vai até o dia 22 de maio. 

A implantação do novo modelo é conduzida de forma progressiva pelo MEC (Ministério da Educação), que limitou o número de participantes a 100 mil pessoas neste primeiro ano.

O Enem também será realizado no formato tradicional, mas em outra data e com as questões e o tema da redação diferentes.

O MEC não forneceu detalhes da prova, mas assim como no modelo tradicional, os candidatos que optarem pelo versão digital deverão se deslocar até os locais de prova. Ali acessarão o sistema de avaliação nos computadores, que terão o acesso à internet bloqueado. A redação ainda será feita e entregue em papel.

Para Daniel Perry, diretor do Anglo Vestibulares, essa novidade mudará as formas de estudar e avaliar daqui para frente. “A transformação veio pra ficar. Os alunos terão que praticar provas on-line constantemente”, afirma.


Arte R7

Apesar de o MEC afirmar que não haverá alteração no calendário, os estudantes estão inseguros quanto à realização das provas. Devido à pandemia do novo coronavírus, uma determinação da justiça exigiu uma alteração na data original das provas digitais, que foram adiadas para 22 e 29 de novembro, datas que coincidem com os vestibulares da Unicamp e da USP.

Entidades estudantis entraram na Justiça pedindo o adiamento do calendário justamente por conta da pandemia de coronavírus. Deputados também pressionam o MEC para alterar a data das provas.

Outro ponto que também preocupa professores e estudantes está relacionado à aplicação das provas digitais. “Acredito que a falta de confiança pode prejudicar o sucesso da prova”, diz Marcelo Fonseca, coordenador geral do Grupo Etapa. Para ele, “a preocupação principal na aplicação deveria ser a transparência em todas as etapas, colocando a qualidade da prova acima do formato.”

Mesmo diante das incertezas, de acordo com o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira), responsável pela aplicação do Enem, no primeiro dia de inscrições foram preenchidas 95% das vagas para as provas na versão digital.

Qual o período de inscrições? Terá um período diferente fazer inscrição para o Enem Digital? As inscrições vão até o dia 22 de maio e o estudante deve optar entre a prova tradicional em papel ou digital. Quem escolher responder as questões em papel não poderá fazer a digital e vice-versa.

Quem pode se inscrever no Enem? O candidato deve estar cursando ou já ter concluído o ensino médio. Para quem está concluindo o médio ou já concluiu, as notas do exame servem para conseguir uma vaga em uma universidade. Os estudantes que estão no primeiro ou segundo ano do ensino médio podem fazer o Enem como treineiros, mas não poderão usar o desempenho para entrar nas universidades. Nesse caso, os inscritos terão acesso às notas 60 dias depois que o resultado for liberado para os demais participantes.

Como eu faço a inscrição?  O primeiro passo é acessar a Página do Participante na internet e preencher o formulário respondendo as seguintes questões: nome completo, data de nascimento, CPF, nome da mãe, endereço, escolaridade, dados socioeconômicos, telefones e e-mail válido. Confira aqui o passo a passo para fazer a inscrição.

Qual o valor da taxa de inscrição e até quando eu posso pagar? O valor da taxa é de R$ 85 e deve ser paga até o dia 28 de maio. Quem deve pagar a taxa? Todos os estudantes que não se enquadram nos requisitos para a isenção. Os estudantes que cursaram o ensino médio em escola pública ou em colégio particular, mas com bolsa integral e aqueles que estão inscritos no CadÚnico (Cadastro Único do governo federal). Confira quem pode pedir a isenção do pagamento da taxa.

Sou cadeirante, tenho direito a atendimento especial? Sim. No ato da inscrição, o candidato pode optar entre atendimento especial e especializado: pessoas com necessidades especiais como grávidas e lactantes, idosos e pacientes hospitalizados podem pedir atendimento específico.Candidatos que possuam baixa visão, cegueira, deficiência física ou mental, deficiência auditiva, surdez, surdocegueira, dislexia, deficit de atenção, autismo, discalculia ou com outra condição especial, que comprovem por meio de laudo médico suas condições, devem pedir o atendimento especializado.

Posso escolher o local onde farei o exame? O candidato pode, no ato da inscrição, definir a cidade onde fará a prova, no entanto, não pode escolher o endereço ou local do exame.

Errei uma informação na inscrição, e agora? Durante esta fase de inscrição, os estudantes podem alterar praticamente todas as informações, exceto escolaridade e o questionário socioeconômico. Depois que o prazo é encerrado, o estudante só consegue alterar telefone, e-mail e senha. Portanto, cuidado na hora de preencher o formulário.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend