Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 27 de February de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Independente vence no tempo normal mas Remo é ‘frio’ e leva vaga nos pênaltis na Copa Verde

Por O Liberal
Publicado em 08 de fevereiro de 2021 às 00:29H

Compartilhe:

O Remo sofreu, mas foi ‘frio’ como tinha que ser e é semifinalista da Copa Verde ao despachar o Independente na cobrança de pênaltis, em jogo realizado no estádio Navengatão, em Tucuruí. O resultado da partida foi 3 a 1, o que resultou num placar agregado de 3 a 3. Até surpreendente. Não exatamente pelo que o Remo jogou.  Nos pênaltis, o Leão acertou os três necessários, sendo que o Independente errou as cobranças. Classificação azulina em um sufoco desnecessário. 

Primeiro Tempo 

Sofrível, nenhum dos times teve qualidade e mereceu abrir o marcador. O Independente tentou propor o jogo, no entanto, sem um camisa 10, tentou explorar a voluntariedade dos seus laterais. O principal, pelo menos ofensivamente falando, foi o Paulo, que avançava. Aos poucos, porém, o lateral Marlon, do Leão, neutralizou os lances. 

Ofensivamente, o Remo foi tímido, para dizer o mínimo. Apenas Wallace e Gedoz tentavam algo diferente. O segundo foi participativo. Tentou organizar os lances, contudo, o gramado não era dos melhores. 

Os lances perigosos foram do Galo elétrico por intermédio de Railson. Um chute central e Vinícius foi buscar no ângulo esquerdo da sua meta. Nos demais momentos,   

Segundo Tempo 

Na etapa final, o Independente foi para o base do ‘abafa’, como se diz na linguagem do futebol. O Remo, porém, permanecia organizado. Sem acelerar ofensivamente, porém, o que dava a impressão de que o jogo transcorria no campo de defesa azulino. Ficou perigoso. 

Até que, aos seis minutos do segundo tempo, Joãozinho foi premiado pela entrega e marcou o primeiro do Galo elétrico. Mais experiente, habituado a decisões, oriundas dos jogos da Série C, o Remo não se desesperou. E manteve a bola no chão, principalmente, com Felipe Gedoz. O empate sairia apenas oito minutos depois do gol inicial. Augusto avançou e chutou fraco, a bola bateu na trave e sobrou para Gedoz igualar o marcador. 

Aos 17, entretanto, o Independente faria o segundo gol por intermédio de Cassiano. A partida caiu de nível, com o Remo lidando com a obrigatoriedade de defender a então vantagem. A casa azulina iria ruir apenas aos 46 minutos, já nos acréscimos, portanto. O gol foi de Ray Gol. 

Pênaltis

Quando se projetava que os donos da casa chegariam com mais moral, tudo mudou. Pelo Independente, 100% de erros com Ray gol, Rafael e Yuri. O Leão fez os três gols de pênaltis, com Gedoz, Wellington Silva e Rafael Jansen. 

Ficha Técnica 

Independente – Gerson, Paulo, Yuri, Ezequias e Rafael; Jari (Judvan), Cassiano, Fagner e Railson; Marcus e Joãozinho. Treinador: Sinomar Naves 

Remo – Vinícius, Mimica, Jansen e Kevem; Wellington Silva, Pingo, Laílson (PP), Gedoz e Marlon (Dioguinho); Walace (Thiago Miranda) e Augusto. Treinador: João Nasser

Local: Estádio Navengatão 

Árbitro: Alisson Sidnei Furtado (TO)

Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Natal da Silva Ramos Júnior (TO)

Quarto árbitro: Olivaldo Jose Alves Moraes (PA)

Cartão amarelo: Jansen, Wallace e Wellington Silva (R); Ezequias e Cassiano (I)

Cartão vermelho: João Nasser Netão (R)

Gols: Joãozinho (6 minutos do segundo tempo); Gedoz (14 minutos do segundo tempo), Cassiano (17 minutos do segundo tempo) e Ray gol (46 minutos do segundo tempo)

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend