Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 14 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Presidente do Paysandu brinca com rival em alusão ao 1º de abril e torcida bicolor não perdoa

Por O Liberal
Publicado em 01 de abril de 2019 às 12:43H

Compartilhe:
(Oswaldo Forte / OLiberal)

Ricardo Gluck Paul postou que o clube manteria o jogo no domingo contra o Independente, com medo de beneficiar o rival financeiramente.

Após se pronunciar no Twitter, explicando a mudança da data da semifinal entre Paysandu x Independente, que passou de domingo (7), para segunda-feira (8), por motivos de logística e falta de tempo de recuperação de atletas, o presidente do Paysandu fez uma postagem brincando sobre o 1º de abril (Dia da Mentira) e a torcida não perdoou.

Gluck Paul cutucou da rivalidade da dupla Re-Pa e apontou um beneficiamento financeiro do Remo, por abrir mão de jogar no domingo (7), data marcada para o jogo de volta do Paysandu.

“Com medo de supostamente beneficiar financeiramente o rival, clube resolve se sacrificar e mantém data da semifinal do campeonato, mesmo tendo a opção de treinar um dia a mais #PrimeiroDeAbril”, postou Gluck Paul, que ainda disse: “A rivalidade te serve pra te encher de coragem, jamais para te cegar”.

Alguns torcedores do Paysandu questionaram a mudança de data e a postura do presidente do Papão, que logo em seguida apagou a mensagem escrita no Twitter.

VEJA O QUE ESCREVERAM ALGUNS TORCEDORES

“Aposta quanto que esse dia a mais não vai fazer diferença e que o Paysandu vai se arrastar em campo, pedindo pra acabar o jogo? Na segunda público 4.392… se fosse domingo 14.897! O Paysandu não precisa descansar, precisa é de dinheiro pra contratar!”, postou um torcedor

“A ideia real é passar vergonha e afastar o torcedor. Teu time tem um bando de animal, filho, um ou dois dias de treinamento não vai fazer o Paulo Henrique ser melhor que um cone”, postou.

“Chega de bla bla bla. Queremos reforços de verdade para esse time. Chega de amadorismo!”, disse outro torcedor.

PALAVRA DO PRESIDENTE

Logo após apagar a mensagem, o presidente do Paysandu voltou a postar no Twitter e disse que jamais queria debochar de ninguém

“Tweet apagado. A ideia não é debochar, jamais seria capaz, mas mostrar que o argumento de que a mudança de data beneficia rival é um absurdo. O único pensamento é fazer o melhor para o clube (Paysandu) e que a mudança de data para beneficiar o rival é um absurdo”, frisou.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend