Na manhã de hoje(05), equipes da Delegacia de Repressão a Defraudações Públicas-DRDP/DRCO realizaram buscas e apreensões em órgão de trânsito municipal de Jacundá e residências de servidores públicos. A Polícia Civil investiga desvios de recursos públicos e corrupção no órgão da prefeitura, bem como liberação irregular de veículos através de utilização de fraudes por particulares e agentes de trânsito.

As denúncias chegaram à unidade policial através do Disque Denúncia (181), momento em que foi designada equipe policial para apurar o fato. A partir dos elementos de prova arrecadados, a polícia indiciará os autores dos fatos criminosos, apontando materialidade e autoria, bem como minuciando o envolvimento de cada um dos participantes da empreitada criminosa. Essa é apenas a primeira fase da operação policial denominada Inocentes, esclarece o delegado Carlos Vieira, titular da delegacia especializada.

A delegada Rafaella Cabral foi designada para atuar no feito e depois de analisados os objetos apreendidos e colhidos os depoimentos que ocorrerão ainda na data de hoje(15), na delegacia do Município, poderá representar por novas medidas cautelares, como também iniciar novas investigações. Até o momento foi verificado que alguns veículos foram retirados do pátio de retenção do departamento de trânsito, com documentos de propriedade de pessoa falecida, além de desmonte de outros veículos sob a responsabilidade de servidores do órgão, antecipa o delegado.

A ação policial conta com a participação, além de integrantes da delegacia de Defraudações Públicas, de unidades da Superintendência Regional do Lago de Tucuruí, da Seccional Urbana de Tucuruí e da delegacia municipal de Goianésia.