Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 22 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

‘Podcrê’: médicos paraenses criam podcast para dar informações de saúde durante a pandemia

Por ORM
Publicado em 22 de junho de 2020 às 15:45H

Compartilhe:

O coletivo “Saúde Cabana”, grupo formado por 18 médicos graduados em universidades públicas do Pará, em sua maioria atuantes na Atenção Primária à Saúde (APS), e que visa melhorar o atendimento básicos de saúde à população, lançou, em maio, o podcast “Podcrê”. Com o objetivo de transformar informações científicas em palavras mais simples e fazê-las chegar à população, o coletivo lança áudios no WhatsApp e os dispara para agentes comunitários de saúde, lideranças comunitárias, pacientes e outros atores, que fazem com que essa informação circule nas comunidades.

“A criação do ‘Podcrê’ se confunde com o surgimento do próprio coletivo, que surgiu a partir de uma inquietação sobre a forma como a atenção primária estava respondendo a esse momento de pandemia em Belém e no Norte de forma geral”, explica a médica Juliana Soares, uma das integrantes do projeto, ao destacar que a maioria dos profissionais que formam o coletivo são médicos de família e comunidade e atuante da APS.

“O nosso primeiro objetivo é aproximar as informações de qualidade científica de uma linguagem mais comum, mais popular, para conseguir veicular entre a população em geral, mas principalmente para a população dos territórios em que a gente atua enquanto médicos de família e comunidade”, afirma Juliana. Ela pontua que, a partir disso, outro objetivo é o de “combater as fake news e estimular o uso de ferramentas como WhatsApp para educação em saúde”. “A gente percebe que a internet, o WhatsApp principalmente e os áudios, são ferramentas que podemos utilizar para fazer educação em saúde também. Claro que nosso grande objetivo sempre é a defesa do SUS, de um SUS gratuito, universal, público e de qualidade. É a defesa da Atenção Primária à Saúde enquanto assistente e coordenadora do cuidado nos territórios”, completa, acrescentando ainda um último objetivo, que é o de fazer com que a população dos territórios se identifique e se reconheça a partir dos áudios. Ouça:

Ação fortalecida nas redes


Para que possam colocar em práticas todas as ideias, os médicos se reúnem frequentemente por plataforma online para debater, trocar ideias e pensar em ações práticas aos seus pacientes. Juliana conta que foi durante uma dessas conversas que surgiu a ideia do “Podcrê”.

“A gente percebeu que uma das questões que deveríamos reforçar era nesse processo de comunicação com as comunidades, com os territórios em que a gente está inserido enquanto médico de saúde e comunidade. Percebemos que muitas fake news eram veiculadas e uma das formas mais correntes de veiculação dessas fake news é pelo WhatsApp”, aponta, ao detalhar que, a partir disso, a ideia da equipe foi usar essa rápida propagação de áudios de maneira positiva.

“A gente queria tentar trabalhar com isso, então, a nosso favor. Se o WhatsApp consegue espalhar tantas fake news, a gente pode começar a espalhar o “news”, as notícias verdadeiras, com embasamento científico, informações interessantes que vão auxiliar a população dentro dos seus territórios, auxiliar as comunidades a lidarem melhor com questões de saúde, principalmente no contexto da pandemia”, conclui, ressaltando, por fim, que o projeto já foi inspirado em outras experiências já existentes em estados como o Rio de Janeiro e São Paulo.

“A gente queria tentar trabalhar com isso a nosso favor. Se o WhatsApp consegue espalhar tantas fake news, a gente pode começar a espalhar notícias verdadeiras, com embasamento científico, informações interessantes que vão auxiliar a população em seus territórios, auxiliar as comunidades a lidarem melhor com questões de saúde, principalmente no contexto da pandemia”

Podcast combate fake news na pandemia

Podcast combate fake news na pandemia (Thiago Gomes / O Liberal)
Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend