Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 22 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

STF mantém sessões presenciais, mas restringe circulação de pessoas

Por EBC
Publicado em 17 de março de 2020 às 04:44H

Compartilhe:
© Valter Campanato/Agência Brasil

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, disse que hoje (16) que a Corte vai manter as sessões presenciais de julgamento mesmo diante da pandemia do novo coronavírus. No entanto, segundo o ministro, as restrições para impedir aglomerações de pessoas serão mantidas pelo tribunal, que também vai ampliar o sistema eletrônico de julgamentos virtuais.

A decisão foi anunciada pelo presidente após reunião que teve a participação dos presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, também participou do encontro e apresentou dados sobre o combate à disseminação do vírus em todo o país. 

“Ele [Mandetta] passou todas as informações que são de conhecimento, os cuidados que devemos ter, como não cumprimentar, temos que manter uma distância, lavar as mãos e passar álcool em gel constantemente. Ele demonstrou conhecimento profundo sobre toda a evolução do coronavírus”, explicou Toffoli. 

No STF, vários ministros da Corte têm mais de 60 anos e estão no grupo de maior risco de terem complicações por Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus. Entre eles, o decano da Corte, ministro Celso de Mello, tem 74 anos. 

Mais cedo, o Superior Tribunal de Justiça (STJ), o Superior Tribunal Militar (STM) e o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) anunciaram o cancelamento das sessões para evitar a circulação de pessoas. 

TRT-SP suspende prazo

Com a pandemia do novo coronavírus, o Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 2ª Região, que abrange a cidade de São Paulo e as regiões de Guarulhos, Osasco, ABC paulista e Baixada Santista, suspendeu de hoje até o dia 31 de março o expediente dos Fóruns da Justiça do Trabalho e do próprio tribunal. 

O tribunal decidiu também suspender todos os prazos processuais, inclusive dos processos eletrônicos, e adiar todas as audiências e sessões de julgamento agendadas, em primeira e segunda instâncias. Juízes, desembargadores, e servidores de todas as unidades judiciárias passarão a trabalhar em teletrabalho.

Segundo o TRT, durante o horário de atendimento ao público, das 11h30 às 18h30, as unidades da justiça do trabalho prestarão atendimento por e-mail e por telefone. A partir do próximo dia 18 de março, um dos telefones de cada vara, gabinete e demais unidades serão transferidos para o celular de um servidor. 

O tribunal ressalva que as situações de urgência, envolvendo dissídios coletivos, serão submetidas à vice-presidência judicial, que tomará as medidas cabíveis sobre cada caso.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend