Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 15 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Brasil tem 4.602 enfermeiros afastados por suspeita de covid-19

Por R7
Publicado em 27 de abril de 2020 às 16:06H

Compartilhe:

O Cofen (Conselho Federal de Enfermagem) diz que 4.602 profissionais foram afastados do trabalho por suspeita de covid-19, infecção provocada pelo novo coronavírus, desde o início da epidemia no Brasil. O balanço foi divulgado nesta segunda-feira (27). 

Ao todo, os conselhos regionais fiscalizaram 5.780 instituições de saúde e identificaram alto índice de contágio na categoria associado à falta de EPIs (Equipamentos de Proteção Individual). 

De acordo com Walkírio Almeida, chefe do Departamento de Gestão do Exercício Profissional, o número seria “apenas a ponta do iceberg”, já que as ações de fiscalização só contemplaram 27% de todos os profissionais inscritos na entidade representativa. 

A instituição contabiliza, ainda, 4.598 denúncias sobre inadequações no fornecimento de equipamentos de proteção e um déficit de 13.790 trabalhadores capacitados para atuar no combate à covid-19.

“O adoecimento da equipe, posta em quarentena, agrava o défice no quantitativo para atendimento à população, além de representar uma tragédia para os profissionais e suas famílias”, diz Almeida. 

Desde o primeiro caso no Brasil, o Cofen já registrou 49 óbitos associados ao novo coronavírus. A maioria, inclusive, integrava o chamado grupo de risco (pessoas com mais de 60 anos, doenças pré-existentes e, também, com baixa imunidade).

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend