Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 22 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Bragança decreta lockdown, estabelece toque de recolher e uso obrigatório de máscara

Por G1
Publicado em 12 de maio de 2020 às 15:37H

Compartilhe:
Crédito: Estação Cidadania

O município de Bragança, nordeste do Pará, também endureceu as medidas de combate ao avanço ao novo coronavírus. Nesta terça-feira (12), o prefeito Raimundo Oliveira decretou lockdown no município. O decreto tem vigência prevista até o dia 31 de maio . A medida endurece, com fiscalização e punição, a restrição do ir e vir em locais públicos como forma de reduzir a contaminação por Covid-19. Só será permitido o funcionamento de estabelecimentos que prestem serviços essenciais.

Bragança teve os primeiros casos confirmados da doença no dia 14 de abril de 2020. Segundo a Secretaria de Saúde do Pará (Sespa), a cidade registra 146 casos positivados e 12 óbitos por Covid-19. A taxa de letalidade da doença é de 8,22% em Bragança.

Restrições e multa

Decreto da prefeitura de Bragança restringe o trânsito de pessoas e determina o uso obrigatório de máscaras de proteção — Foto: Reprodução

Decreto da prefeitura de Bragança restringe o trânsito de pessoas e determina o uso obrigatório de máscaras de proteção — Foto: Reprodução

Mediante o decreto, ficam totalmente suspensas as atividades que não sejam consideradas essenciais e a circulação de pessoas, exceto em situações específicas, tais como: compra de alimento, remédios e produtos de higiene; além da realização de transações bancárias, consultas médicas e para atuar em trabalhos considerados essenciais. (Veja inciso acima)

Apenas uma pessoa por família deve se dirigir às compras indispensáveis, e os estabelecimentos devem permitir a lotação máxima de 50% — Foto: Reprodução

Apenas uma pessoa por família deve se dirigir às compras indispensáveis, e os estabelecimentos devem permitir a lotação máxima de 50% — Foto: Reprodução

Apenas uma pessoa por família deve se dirigir às compras indispensáveis, e os estabelecimentos devem permitir a lotação máxima de 50%, para evitar aglomerações. Quem sair às ruas deve apresentar documento com foto, além de usar máscara de proteção, que tornou-se item obrigatório, via decreto, durante a pandemia. Estão proibidas também a entrada e saída intermunicipal de pessoas, a regra não é aplicada ao transporte de cargas.

Decreto de Bragança prevê multa de R$ 150 a R$ 50 mil para quem desobedecer a medida de combate à Covid-19 — Foto: Reprodução

Decreto de Bragança prevê multa de R$ 150 a R$ 50 mil para quem desobedecer a medida de combate à Covid-19 — Foto: Reprodução

Os órgãos e entidades componentes do Sistema de Segurança Pública estão autorizados a aplicar sanções relativas ao descumprimento: advertência, multas e o embargo ou interdição de estabelecimentos.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend