Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 26 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Pará adota protocolo para velórios e enterros de vítimas fatais de Covid-19

Por ORM
Publicado em 07 de abril de 2020 às 21:48H

Compartilhe:
O novo procedimento vale para casos confirmados e para aqueles que estavam sob suspeita, mas que evoluíram a óbito antes da confirmação do teste. | Adão de Souza-PBH/FotosPublicas

Diante da quinta morte de Covid-19 anunciada recentemente e das projeções que alertam para um crescimento expressivo da doença nos próximos dias, o governador Helder Barbalho anunciou, na noite desta terça-feira (7), que será adotado um protocolo para velórios e enterros de vítimas fatais de Covid-19.

O novo procedimento vale para casos confirmados e para aqueles tratados como suspeitos, mas que evoluíram a óbito antes da confirmação do teste. O protocolo exige tamponamento (fechamento dos orifícios do corpo), enrolado em um lençol e depois em um plástico; uma vez envolto nas proteções, ele é inserido em uma urna funerária lacrada e que não deverá ser aberta.

Para o velório, a recomendação é que seja realizado de forma breve e não reúna mais do que dez pessoas. De acordo com o secretário de Estado de Saúde Pública (Sespa), Alberto Beltrame, os corpos podem ser enterrados ou cremados, “mas a recomendação é não abrir a urna funerária e não acumular pessoas no velório”.

Até o momento, o Pará registra 154 infectados e cinco mortes. Do dia 6 ao 7, houve um salto de 31 casos. Enquanto isso, apenas 40% da população paraense está seguindo a orientação do isolamento social. “Não vamos esperar chegar a uma condição dramática para que as pessoas tenha a consciência de que precisam ficar em casa e proteger aqueles que amam”, apelou mais uma vez Helder durante a videoconferência.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend