Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 27 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Austrália critica OMS por apoiar reabertura do mercado de animais em Wuhan

Por DOL
Publicado em 14 de abril de 2020 às 16:38H

Compartilhe:
Scott Morrison exigiu respostas sobre os mercados, afirmando que é “inexplicável” que a OMS apoie esse tipo de atividade | Reprodução

A Austrália confrontou a Organização Mundial da Saúde (OMS) nesta terça-feira (14) sob alegações de que a Organização apoia os mercados de animais vivos que reabriram na cidade chinesa de Wuhan, onde surgiu o surto global de coronavírus.

O primeiro-ministro Scott Morrison exigiu respostas sobre os mercados, afirmando que é “inexplicável” que a OMS apoie esse tipo de atividade (matadouros ao ar livre) em um momento em que a pandemia do novo coronavírus está varrendo o mundo.

“Estou totalmente intrigado com esta decisão”, disse Morrison, de acordo com o Canberra Times. “Precisamos proteger o mundo contra possíveis fontes de surtos desses tipos de vírus. Isso já aconteceu muitas vezes.”

O líder também exigiu transparência na compreensão da origem da doença. Morrison descreveu a decisão da OMS como “inexplicável”, alegando que os mercados de animais domésticos são uma “ameaça global à saúde”.

“A Austrália e o mundo estarão olhando para organizações como a OMS para garantir que lições serão aprendidas a partir do devastador surto de coronavírus,” Morrison disse ao jornal australiano.

“Deve haver transparência na compreensão de como tudo começou em Wuhan e como foi transmitido. Também precisamos entender e proteger plenamente (o mundo) contra a ameaça global à saúde representada por lugares como mercados úmidos.”

Os líderes globais pediram anteriormente à China que proibisse os mercados de alimentos “mortais e doentios”, mas a Organização Mundial de Saúde discorda, dizendo que pode aconselhar, mas não forçar, os fechamentos que muitos pedem.

“Com instalações adequadas, regulamentação adequada e boas práticas de higiene, é possível vender alimentos seguros em mercados úmidos”, disse a organização ao australiano .

Na semana passada, o governo chinês suspendeu o bloqueio da cidade de Wuhan, seus mercados (que vendem animais recém-abatidos, peixes e uma variedade de fauna exótica) também foram autorizados a retomar o comércio.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend