Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 28 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Caso Ravyla: polícia cumpre prisão preventiva de 3º suspeito

Por DOL
Publicado em 30 de junho de 2021 às 00:18H

Compartilhe:

O caso de Ravyla de Sousa, de 10 anos, encontrada morta cinco dias depois de desaparecida em Viseu, nordeste paraense, ganha novas atualizações com o cumprimento de mais uma prisão preventiva feita pela polícia.

Durante coletiva realizada na noite desta terça-feira (29), a Polícia Militar anunciou que Genivaldo Nazaré Oliveira, conhecido como “DJ Maykinho”, foi preso suspeito de envolvimento na morte da criança. O homem chegou a ser detido no início da semana e prestou depoimento, mas foi liberado. A prisão preventiva foi decretada na manhã de hoje.

Pela tarde, quando foi reconhecido pela população, “DJ Maykinho” foi brutalmente espancado, mas retirado do local por policiais militares, sendo encaminhado até uma unidade de saúde e, posteriormente, detido e apresentado na 6ª RISP de Capanema, onde está à disposição da Justiça.

Prisão preventiva

Essa é a terceira prisão preventiva cumprida pela polícia desde o início das investigações. A primeira teve como alvo Paulo Henrique dos Santos Barbosa, conhecido como “Beleza”, que foi preso na noite do último domingo (27).

O segundo suspeito preso preventivamente foi Zima Lima, apresentado na sede da Delegacia-Geral da Polícia Civil no início da manhã de hoje, acompanhado do próprio advogado. Ele foi identificado como o vendedor de sabonetes que, segundo a polícia, foi o último a ser visto com Ravyla.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend