Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 28 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Decreto reduz horários de funcionamento em estabelecimentos comerciais e órgãos públicos no Pará

Por ORM
Publicado em 21 de abril de 2020 às 09:30H

Compartilhe:

O Governo do Pará publicou, na noite desta segunda-feira (20), novas medidas ao Decreto nº 609/2020, dentre as quais a redução do horário de funcionamento em estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços, e a alteração no horário regular de entidades e órgãos públicos do Estado. “A medida visa desafogar os horários de pico no sistema de transporte público dos municípios, evitando o excesso de pessoas tanto dentro dos veículos, quanto nas paradas de ônibus”, explicou o procurador-geral do Estado, Ricardo Sefer. Coibir aglomerações é uma das estratégias para conter o avanço da Covid-19.

O decreto estadual recomenda o início e o término dos horários de funcionamento em estabelecimentos comerciais, industriais e de serviços, e disponibiliza uma tabela com os horários, em anexo único.

Confira os horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais:

► Padarias e confeitarias devem funcionar somente das 6 às 16 h; 
► Feiras, aviários, açougues, peixarias e vendas de hortifruti: das 6h às 15h; 
► Supermercados, hipermercados, mercados, mercearias, farmácias e drogarias, das 7h às 21 h, com exceção dos locais que funcionam 24h; 
► Agências bancárias e lotéricas, das 10h às 16h; 
► Salão de beleza, barbearias e afins, somente das 11h às 18h; 
► Postos de combustíveis, das 8h às 21h; 
► Pet shops, clínicas veterinárias, lojas de medicamentos ou produtos para animais, das 9h às 17h.

O decreto também prevê o horário do expediente para empregadas domésticas, das 8h às 15 h. No caso de restaurantes e estabelecimentos que comercializam alimentação, incluindo a produção e o serviço de delivery, o horário é das 10h às 22 h.

Órgãos públicos 

A partir do próximo dia 23 (quinta-feira), todos os órgãos e entidades da administração estadual pública direta e indireta passarão a funcionar das 9 às 15h, com exceção das áreas de Saúde e Segurança. “O decreto já previa que os gestores dos órgãos devem autorizar o trabalho remoto em todas as unidades em que seja possível fazer este tipo de serviço, sem prejuízo do interesse público. Nós incluímos esta nova medida para diminuir pontos de aglomeração que ainda estão ocorrendo no Estado”, complementou o procurador-geral.  

A partir da nova publicação, o Estado autoriza que agências bancárias impeçam o acesso de pessoas sem máscara aos estabelecimentos, mas ressalva os casos das agências lotéricas e unidades de autoatendi

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend