Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 22 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Estado vai reforçar segurança no Carnaval com 2.2 mil homens

Por ORM
Publicado em 19 de fevereiro de 2020 às 10:28H

Compartilhe:
O plano foi apresentado pelo secretário Ualame Machado e representantes do sistema de Segurança | Ricardo Amanajás/Diário do Pará

A partir desta sexta-feira (21) o sistema de Segurança Pública do Estado inicia oficialmente a operação para o carnaval 2020. Para dar conta da alta demanda de pessoas que saem em direção às praias e principais destinos da folia, o Governo do Estado apresentou ontem (18) a Operação Integrada “Carnaval por Todo Pará”, que vai mandar às ruas mais de 2.200 agentes das forças de segurança pública, numa ação conjunta entre os órgãos até o dia 2 de março.

O plano de ação foi apresentado pela Secretaria de Segurança Pública do Estado (Segup), Polícia Militar, Delegacia Geral, Corpo de Bombeiros, Detran e Centro de Perícias Científicas Renato Chaves. Eles deverão atuar de forma articulada nas vias rodoviárias e fluviais, com a utilização de 109 viaturas, 20 embarcações e três aeronaves, realizando operações de ronda, fiscalização, atendimento de emergência, ações ostensivas e preventivas.

O titular da Segup, Ualame Machado, destacou que o efetivo de reforço será intensificado nos nove municípios onde são registrados os maiores movimentos na época, mais os distritos de Mosqueiro, Icoaraci e Outeiro. “Nosso objetivo é promover a segurança de todos, desde o deslocamento da saída de Belém ou das cidades-polo, até a chegada e permanência nas suas casas”.

Entre as ações integradas está o “Cadê minha criança?”, que consistirá na distribuição de pulseiras identificadoras com os dados pessoais do indivíduo, numa parceria entre o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, além da “Ação Desacelerar”, articulada entre as polícias Civil, Militar, Guarda Municipal, Detran e PRF, para coibir o excesso de velocidade nas estradas. O Detran, aliás, virá com um reforço extra de 140 agentes, sendo 85 agentes de fiscalização e os demais para educação de trânsito, especialmente na tradicional “Operação Lei Seca”.

“No carnaval trabalharemos com a Polícia Civil nesse objetivo. São 30 viaturas, sendo 20 carros e 10 motos, com uso de radares portáteis. Assim temos condição de fazer rastreio e diminuir os acidentes. Temos números favoráveis e além disso, percebemos que a população está mais conscientizada”, diz o diretor geral do Detran, Marcelo Guedes. Já a Polícia Civil, por meio da operação integrada Anjo da Guarda, atuará na fiscalização de casas de shows e bares, para evitar a presença de crianças e adolescentes em situação de risco.

CAPITAL

Para quem resolver ficar na capital, o comandante da Polícia Militar, Coronel Dilson Junior, garante que não haverá diminuição no contingente durante esse período. “É importante destacar que não há perda de efetivo para quem opta por passar o carnaval aqui na Região Metropolitana. Nós deslocamos as viaturas administrativas para a operação, e também o efetivo administrativo das unidades operacionais”, explica.

O efetivo ordinário, correspondente à tropa já existente no município, não sofrerá qualquer alteração. “O policiamento continua o mesmo. Existe apenas um deslocamento do nosso pessoal administrativo, mediante o pagamento de diárias, para esses municípios do interior do estado”, encerra.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend