Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 30 de September de 2020
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Governo do Estado diz que Pará avançou no Ideb do Ensino Médio

Por ORM
Publicado em 16 de setembro de 2020 às 15:48H

Compartilhe:
Balanço do Ideb foi divulgado esta terça: Pará comentou, pontuando avanços (Ascom Seduc)

O governo do Estado diz que o Pará avançou de 2,8 para 3,2 no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2019 no Ensino Médio, conforme os dados apresentados, na manhã de terça-feira (15), pelo Ministério da Educação (MEC). Esses números apontam que, no ano passado, a rede estadual de ensino teve um aumento expressivo em 79 (dos 144) municípios paraenses. Desses, 55% alcançaram a média de projeção do Ideb para o ensino médio.

Segundo o governo estadual, as escolas estaduais com os melhores índices estão nos municípios de Medicilândia, Santarém, Altamira, Mãe do Rio, Marituba, Sapucaia, Tucumã, Brasil Novo, Monte Alegre e Colares.

Ainda de acordo com os dados do governo, o Pará ultrapassou a meta prevista para o ensino fundamental nos anos iniciais (1º ao 5º ano), cujo objetivo era a nota 4,7, mas alcançou a nota 5.

O índice também, diz o governo, subiu entre os alunos do ensino fundamental dos anos finais (9º ano), em comparação ao último levantamento. “A educação no Estado também apresentou resultados positivos na proficiência de Língua Portuguesa e Matemática em todos os níveis de ensino, comprovando que as ações pedagógicas não almejam apenas resultados que elevem os índices, mas também a diferença no processo de ensino e aprendizagem”.

A partir dessa diretriz, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) afirma que investe no âmbito pedagógico, estrutural e no protagonismo do professor, a fim de melhorar a educação em todas as regiões do Pará e continuar avançando, pelos próximos anos, nos indicadores.

“Sair da curva decrescente já é um avanço considerável para melhorar toda a condição da nossa escola. Acredito que estamos no rumo certo porque há investimentos não só nos projetos educacionais e inovadores, mas também na capacitação dos professores. O Estado do Pará vem caminhando para superar esta dificuldade”, disse a secretária de Estado de Educação, Elieth Braga.

Aumento do Ideb reflete as ações, diz Seduc


A Seduc diz que, desde o início da pandemia de covid-19, que ocasionou a suspensão das aulas presenciais, busca alternativas para manter o aluno em contato com os estudos, por meio do Projeto “Todos em Casa pela Educação”.

A iniciativa visa fomentar práticas pedagógicas remotas que garantam uma agenda mínima de estudos por videoaulas, transmitidas diariamente pela TV Cultura; atividades on-line por meio do Google Forms, com o objetivo de auxiliar no crescimento e fortalecimento da aprendizagem; a plataforma EnemPará – em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Educação Superior, Profissional e Tecnológica (Sectet) -, que garante ao aluno o acompanhamento de aulas ao vivo e videoaulas; o Seducast, que consiste em transmitir áudios pela internet com conteúdos variados, e os compêndios e caderno de atividades disponibilizados para crianças em processo de alfabetização, do 1º ao 3º ano.

Segundo diz a secretaria de educação, o aumento do Ideb “reflete as ações já implementadas pelo governo do Estado, via Seduc, desde o primeiro ano de gestão, a fim de capacitar profissionais da educação e reconstruir e equipar escolas da rede pública de ensino”.

A secretria diz ainda que, neste ano, apesar de todas as limitações impostas pela pandemia, o Estado vem garantindo o ensino virtual, o fornecimento da merenda escolar e entregando novas escolas (com informações da Agência Pará)

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend