Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 14 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Governo do Pará anuncia novos programas sociais na pandemia

Por DOL
Publicado em 28 de março de 2021 às 12:54H

Compartilhe:

O Governo do Pará anunciou uma série de programas sociais para o enfrentamento dos impactos econômicos e financeiros causados pela pandemia da covid-19.

Neste sábado (27), durante anúncio das novas medidas para Belém e Região Metropolitana, que saiu do lockdown para o bandeiramento vermelho, Helder Barbalho fez um retrospecto das ações já feitas e das que ainda estão por vir. 

“Precisamos olhar pela saúde, mas também com sensibilidade de que a população está tendo que se restringir de suas atividades. Desta forma, o governo tem que garantir renda para essas pessoas mais afetadas pela pandemia. Incluímos no maior pacote econômico, com 500 milhões de recursos do estado, aqueles que estão sofrendo em maior nível da pandemia”, destacou Helder. 

Veja os programas

Fundo Esperança: Segundo o governador, 150 milhões de rais foram disponibilizamos. Entre os dias 17 e 24 de março,13.512 pessoas físicas e jurídicas foram cadastradas.

Renda Pará: Helder destacou que 100 milhões de reais foram disponibilizados para um milhão de famílias que compõem a base de maior vulnerabilidade social. O pagamento já foi feito para 308 mil beneficiários, totalizando 30 milhões de reais. 

Bora Belém: Foram destinados 30 milhões de reais do governo e mais 30 milhões de reais da Prefeitura de Belém. Entre os dias 8 a 26 de março, foram 101 beneficiários das 9 mil famílias cadastradas nesta primeira etapa. 

Assistencial para categorias mais prejudicadas

Outra medida anunciada foi a assistência de 60 milhões a estabelecimentos de som, djs, músicos e outros. Das inscrições realizadas no dia 25 de março, 40 mil foram cadastrados. 

Além disso, 5.531 profissionais de educação física; 33.230 garçons e 1.239 guias de turismo foram cadastrados para receber assistência. 

Novo auxílio

Uma nova ação é o auxílio de R$ 500 para profissionais que atuam na área de estética como cabelereiros, manicure, pedicures, barbeiros, esteticistas e maquiadores. 

Os trabalhadores podem acessar os sites das secretarias de

Além da autodeclaração, que deverá ser preenchida no sistema de uma das secretarias ou do Banpará, os solicitantes deverão informar RG, CPF, endereço completo, telefone e referência profissional do último local em que exerceu sua atividade. Os beneficiários devem ficar atentos no momento da inscrição, pois devem informar corretamente sua categoria específica.

Trabalho informal

“Na próxima semana, faremos juntos com os municípios, restrito aos que estão ou já estiverem em lockdown, que são flanelinhas, feirantes, pessoas que atuam nas ruas em trabalho informal. O cadastramento será feito pelas prefeituras, com auxílio de R$ 400, que será pago em duas parcelas de R$ 200”, explicou o governador do Pará.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend