Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 04 de July de 2020
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Idosos somam mais de 70% das mortes por covid-19 no Pará

Por ORM
Publicado em 25 de maio de 2020 às 22:42H

Compartilhe:
Os idosos têm sido as principais vítimas do novo coronavírus no estado (Fábio Costa / O Liberal)

Até o começo da tarde desta segunda-feira (25), já morreram 1.607 idosos, entre 60 até mais de 80 anos de idade, infectados pelo novo coronavírus no Pará, somando 70.1% do total de mortos pela doença no estado. Os dados são da Secretaria de Estado de Saúde (Sespa) e dizem respeito aos boletins divulgados até às 12h15 desta segunda.

Os idosos são ainda 22.4% de infectados no estado, onde já que existem 5.573 idosos atingidos pela doença no Pará. Do total de 1.607 idosos que já perderam a vida pela covid-19, 1.025 são do sexo masculino e 528 do sexo feminino. Da soma de 5.573 idosos infectados até o começo da tarde, 3.171 deles são do sexo masculino e 2.402 do feminino. 

Algum dos espaços em que ocorrem a infecção de idosos são nos abrigos. A Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster) informa que registrou 13 casos confirmados de covid-19 em idosos atendidos nos abrigos gerenciados pelo estado e oito foram a óbito. No total, são atendidos 79 idosos em dois abrigos.

Uma das idosas infectadas foi Célia Santos da Silva, 91 anos. Após passar um mês em luta contra a doença, ela conseguiu se recuperar da covid-19. A idosa mora há pouco mais de dois anos no Abrigo São Vicente de Paulo, no bairro da Pedreira, em Belém. Foi lá que ela apresentou os primeiros sintomas do novo coronavírus, dia 15 de abril. Existe a possibilidade da infecção ter começado após a visita de um familiar no domingo de Páscoa. 

Segundo a direção do abrigo, todas as medidas de proteção estavam sendo adotadas pela direção do local. “Restrições haviam sido implementadas”, afirma a diretora voluntária do abrigo, Sylvia Cruz. A idosa teve o quadro de saúde agravado depois de 22 de abril, o que levou a direção do abrigo a entrar em contato com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), da Prefeitura de Belém. O tratamento ocorreu no abrigo.

Sesma 

Em nota, a Sesma informa que oito idosas do abrigo São Vicente de Paulo adoeceram em decorrência da covid-19. “Mesmo diante das medidas de controle adotadas pela direção, o processo de senilidade pode, em alguns momentos, dificultar o isolamento. Não houve registro de óbitos dentre as pessoas infectadas no local”, afirma a Sesma.

A Secretaria, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde (Devs), explicou ainda que entrou com auxílio imediato à coleta dos exames e realização de testes rápidos, e acompanhamento e contato com os funcionários e idosos da casa para monitorar possíveis novos casos. Na última semana, dois casos notificados foram negativos para o novo coronavírus (Síndrome Respiratória Aguda Grave – Sars-Cov-2).

Ainda segundo a Sesma, em Belém, existem abrigos particulares, como o Pão de Santo Antônio, João de Deus e São Vicente de Paulo. E que a responsabilidade dos abrigos de idosos públicos, em Belém, são do Governo do Estado, por meio da
Secretaria de Estado de Assistência Social, Trabalho, Emprego e Renda (Seaster)

Segundo a Seaster, como forma de prevenção e combate da doença, a secretaria suspendeu visitas, cancelou saídas externas, fez desinfecção dos espaços e a aquisição e utilização de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Além de manter o  uso do álcool em gel,  adequação dos espaços para isolamento de idosos e a realização de testes rápidos.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend