Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 21 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Justiça autoriza reintegração de posse na fazenda onde ocorreu a ‘chacina de Pau de D’Arco’ no Pará

Por G1
Publicado em 25 de junho de 2019 às 16:46H

Compartilhe:

A Justiça autorizou uma reintegração de posse na fazenda Santa Lúcia, em Pau D’Arco, sudeste do Pará, propriedade onde, em maio de 2017, dez trabalhadores rurais foram mortos em uma ação policial. O caso ficou conhecido como “Chacina de Pau’Arco”.

Nesta terça-feira (25), as famílias fizeram um protesto em frente ao Fórum da cidade. Atualmente, 200 famílias ocupam a propriedade. De acordo com a Justiça, os trabalhadores têm 45 dias para desocupar voluntariamente a propriedade.

Esta é a quarta reintegração concedida ao proprietário da terra desde 2015. Os outros três mandados foram cumpridos parcialmente.

O caso

Cemitério de vítimas da chacina de Pau D'Arco, no Pará — Foto: Mario Campagnani/Justiça Global/Divulgação

Cemitério de vítimas da chacina de Pau D’Arco, no Pará — Foto: Mario Campagnani/Justiça Global/Divulgação

A chacina ocorreu na Fazenda Santa Lúcia quando policiais foram ao local para cumprir 14 mandados de prisão preventiva e temporária contra suspeitos de envolvimento no assassinato de um segurança da fazenda. Inicialmente, a versão apresentada foi de que os policiais foram recebidos a tiros e reagiram. No entanto, não houve indícios de troca de tiros.

A reconstituição do crime mostra que os policiais atiraram contra o acampamento onde estavam as vítimas. Segundo o inquérito, provas foram manipuladas e a cena do crime foi alterada antes da chegada da equipe de policiais.

Dois anos após a chacina de Pau D’arco, que vitimou 10 trabalhadores rurais no sudeste do Pará, os 12 policiais militares e quatro policiais civis acusados de participar da chacina estão em liberdade. Os acusados já podem voltar a usar armas. A data do julgamento ainda não foi marcada.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend