Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 16 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Mais de 62 mil não fizeram o Enem no Pará

Por ORM
Publicado em 05 de novembro de 2018 às 10:59H

Compartilhe:

No Brasil, o número de falta ultrapassou 1,3 milhão de candidatos.

Mais de 4,1 milhões de estudantes fizeram ontem a primeira prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018, em todo o país. No Estado do Pará, 281.808 candidatos se inscreveram, mas 62.561 não fizeram a prova, que foi aplicada em 75 municípios. Os participantes fizeram redação sobre “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet” e responderam às perguntas das áreas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias; e Ciências Humanas e suas Tecnologias, que somaram 90 questões de múltipla escolha. Os gabaritos e Cadernos de Questões serão liberados no dia 14 de novembro, no site do Enem (https://enem.inep.gov.br/). Os resultados estão programados para 18 de janeiro de 2019.

Segundo o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o Enem 2018 teve, no primeiro dia de prova, o menor percentual de ausentes desde 2009, ano em que passou a ter dois dias de aplicação: 24,9%. O número de faltosos no primeiro dia, em todo o Brasil, foi de 1.374.430 participantes. No Estado do Pará, 22,2% dos inscritos não compareceram para realização da prova, totalizando assim 62.561 ausentes. O total de inscritos no Estado era 281.808 e, destes, 219.247 realizaram o exame. “Como a abstenção é um dado que considera os dois dias de aplicação, esse número pode diminuir, mas não aumentar”, frisou o Inep. Um total de 5.513.749 candidatos estavam com a inscrição confirmada no Enem 2018.

A segunda fase do Enem será no próximo domingo, dia 11, com aplicação das provas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, e Matemática e suas Tecnologias. A prova terá cinco horas de duração, 30 minutos a mais que em 2017. Essa é uma das novidades da edição, que também ampliou, em cinco vezes, o número de detectores de ponto eletrônico.

De acordo com o ministro da educação, Rossieli Soares, o primeiro dia de aplicação do Enem foi um sucesso. “Poucas ocorrências ou incidentes que tenham prejudicado o Exame ou o participante se levarmos em conta o universo de 4,1 milhões de presentes no dia de hoje (ontem). Além disso, o menor número de ausentes desde 2009 mostra que as medidas tomadas para a inscrição consciente deram certo”, destacou o ministro. Entre 2013 e 2017, as ausências levaram a um prejuízo de quase R$ 1 bilhão aos cofres públicos.

Maria Inês Fini, presidente do Inep, destacou a boa repercussão da prova. “No ano em que completa 20 anos de criação, o Enem confirma sua história de sucesso. As provas do primeiro dia e o tema da redação falam diretamente com a realidade dos participantes. Esperamos que eles manifestem suas crenças e valores no texto”, afirmou Maria Inês Fini, idealizadora do Enem, em 1998.

O primeiro dia de prova terminou às 18 horas no Pará (horário local), após cinco horas e meia de duração. Foram 734 locais de prova, sendo 123 apenas em Belém. De acordo com boletim emitido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), teve início já às 18 horas a coleta dos malotes contendo os cartões de respostas utilizados no primeiro dia de prova. “Ao todo serão três horas para finalizar o recolhimento, que se encerrará às 21 horas”, informou a secretaria.

Energia

Em três locais no Estado do Pará houve interrupção no fornecimento de energia elétrica. A falta de energia ocorreu na Escola Estadual Antônio Moreira, no bairro de Val-de-Cans, em Belém; na Escola Rômulo Maiorana, em Ananindeua e no município de Alenquer, onde a Escola Municipal Nova Esperança registrou a queda de energia em toda a cidade. O tempo de ausência do fornecimento nos locais foi de aproximadamente uma hora.

Na Escola Professora Maria Natividade da Silva, no município de Capanema, um candidato foi eliminado ao ser identificando portando um celular no bolso. Em Bragança foi registrada uma ocorrência de perturbação do sossego que impedia o andamento da realização das provas.

De acordo com o Inep, a aplicação foi tranquila em todo o Brasil, sem ocorrências graves. Foram registrados 87 casos de interrupção de energia elétrica, mas em apenas dois locais de prova a aplicação precisou ser interrompida. Os casos são de Porto Nacional (TO) e Franca (SP): os participantes terão direito à reaplicação do primeiro dia, em 11 de dezembro, e deverão comparecer às provas do próximo domingo normalmente.

Ao todo, 71 participantes foram eliminados, sendo 67 por descumprimento de regras gerais do Edital, dois por problemas após revista no detector de metal e dois por uso de ponto eletrônico

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend