Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 20 de June de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

MANIFESTANTE DO MST É MORTA ATROPELADA POR CAMINHONEIRO NO PARÁ

Por Paco Martins
Publicado em 12 de agosto de 2014 às 23:19H

Compartilhe:

O clima fica cada vez mais tenso no trecho que liga as cidades de Marabá a Eldorado de Carajás no sudeste do Pará. Durante o protesto da manhã de hoje (12), uma mulher morreu  atropelada por um caminhoneiro que tentou furar o bloqueio dos trabalhadores na rodovia, onde cerca de 1.500 manifestantes do Movimento Sem Terra (MST) interditam a BR-155. O corpo da manifestante foi removido pelo Instituto Médico Legal e deve ser devolvido aos manifestantes na manhã desta quarta-feira.

De acordo com as informações obtidas com exclusividade agora a noite, o número de manifestantes cresceu, fortaleceu o movimento e a revolta por conta da agressividade do motorista. Ainda de acordo com as informações, o motorista que estava em poder dos manifestantes, mas depois de ser violentamente agredido, tendo seus dedos cortados a facão, foi entregue a polícia que o conduziu ao hospital, mas ele não teria resistido aos ferimentos e vindo a óbito.

Foto: Rosangela Lopes

O carona do motorista, continua em poder dos manifestantes sem prazo para ser liberado. O caminhão teria tido sua carga sequestrada. Essa informação, não foi confirmada pela polícia, mas por pessoas que chegaram perto dos manifestantes no início da noite de hoje (12).

A orientação que a polícia tem repassado aos motoristas é de que recuem e não reajam a qualquer atitude do grupo, já que eles estariam armados, ateando fogo em pneus e pedaços de maneira.

Uma fila de quilométrica está formada na BR-155 próximo a famosa curva do “S”, trecho conhecido na região. Caminhoneiros e carros particulares com apenas duas opções, passar a noite na estrada ou retornar a cidade de Marabá e aguardar a possível liberação da BR-155.

Foto: Rosangela Lopes

O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) prometeu reunir nesta quarta-feira (13) com lideranças do Movimento dos Sem Terra. O encontro tem como objetivo discutir a pauta de reivindicações dos manifestantes, mas o órgão federal afirmou que a reunião, marcada para às 13h, só será realizada após a liberação da via.

Manifestantes prometem permanecer no local até que suas reivindicações sejam atendidas.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...