Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 19 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Massacre em presídio de Altamira é o maior do ano em um único presídio no Brasil

Por ORM
Publicado em 30 de julho de 2019 às 10:11H

Compartilhe:

O massacre no Centro de Recuperação Regional de Altamira (CRRAlt), onde a Susipe confirmou a morte de 52 internos, já é o maior número de mortos em apenas um único episódio registrado em 2019 em todo Brasil.

O maior número de mortos até então tinha sido registrado em Manaus, com a morte de 55 presos dentro de unidades prisionais nos dias 25 e 26 de maio. Foram 15 assassinados na manhã de domingo (25) no Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), e outros 40 foram registrados em outras três unidades prisionais na segunda-feira (26). O massacre expôs a disputa de poder dentro da principal facção da Região Norte, segundo promotores que investigam e investigaram sua atuação.
Contudo, no caso em Altamira, foram 52 mortos em apenas algumas horas, todos dentro do mesmo presídio. Se esses números permanecerem os mesmos, o massacre do CRRAlt já pode ser considerado o maior de 2019 em uma casa penal e um dos maiores na história do sistema penitenciário brasileiro. 

Segundo o secretário Extraordinário de Estado para Assuntos Penitenciários da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe) Jarbas Vasconcelos, os membros da Facção Comando Classe A (CCA) romperam o isolamento do pavilhão onde eram mantidos para chegar ao pavilhão dos integrantes do Comando Vermelho, que as duas facções ficam separadas no presídio. “Foi um ataque rápido e dirigido, com a finalidade de eliminar os rivais”, disse o secretário Jarbas Vasconcelos. Como os presos eram mantidos em estruturas construídas com contêiners, o incêndio começado pelos internos se alastrou e matou os rivais rapidamente, a maioria, por asfixia.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend