Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 17 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Mestrados da UFPA têm enfoque em ameaças biológicas

Por dOL
Publicado em 03 de março de 2020 às 09:11H

Compartilhe:
Processo Seletivo Especial recebe inscrições | Alejandra De Lucca V. / Minsal 2020 / Fotos Públicas

Dois Programas de Pós-Graduação da Universidade Federal do Pará (UFPA) criaram uma linha de pesquisa em Ameaças Biológicas e estão recebendo inscrições para o processo seletivo especial unificado para candidatos ao Curso de Mestrado em Biologia de Agentes Infecciosos e Parasitários (Modalidade Acadêmico) ou Mestrado em Análises Clínicas (modalidade Profissional).

A capacitação enfoca a importância do estabelecimento de medidas de prevenção, avaliação de risco e de resposta relacionadas a agentes biológicos que representem ameaça à saúde pública

As inscrições para os cursos de mestrado podem ser feitas até o próximo dia 24 de março.

A capacitação enfoca a importância do estabelecimento de medidas de prevenção, avaliação de risco e de resposta relacionadas a agentes biológicos que representem ameaça direta ou indireta à saúde pública, seja por causas naturais ou provocados pela atividade humana de forma acidental ou deliberada (bioterrorismo). Por isso, os candidatos à seleção para o mestrado devem obrigatoriamente ter graduação nas áreas de saúde, ciências biológicas ou agropecuária, além de estarem vinculados a instituições atuantes na prevenção e combate a essas ameaças, como Defesa Civil, Forças Armadas, órgãos governamentais ligados à segurança pública, saúde, meio ambiente e agropecuária, e outras instituições como Cruz Vermelha e Médicos Sem Fronteiras.

Aluno com deficiências múltiplas e que estudava em casa é aprovado na UFPA

“Precisamos ampliar nossos conhecimentos e subsidiar os profissionais que atuam na área de saúde, vigilância sanitária, epidemiológica, agropecuária e ambiental; e segurança para o atendimento e a resposta caso as ameaças se concretizem. É essencial o preparo para o enfrentamento de diversas situações, como, por exemplo, a contaminação voluntária de suprimentos alimentícios e de água potável ou o surto de uma nova doença infecciosa”, afirma o coordenador do mestrado, Dr. Eduardo Santos.

Objetivos do curso, de acordo com o edital

– Num mundo globalizado, ameaças de bioterrorismo e de surtos de doenças transmissíveis, como o coronavírus, colocam todos os países em alerta, inclusive o Brasil. A preocupação aumenta principalmente em tempos de grandes eventos de massa, quando a circulação de pessoas aumenta consideravelmente. Por isso, é necessário melhorar a capacidade de enfrentamento de situações de crise e a formação de pessoal qualificado.

– A formação acadêmica e profissional de seus estudantes, capacitando-os para ações de prevenção, biovigilância e resposta a Ameaças Biológicas.

– O aprimoramento dos conhecimentos básicos, teóricos e práticos, imprescindíveis a transferência de tecnologias e conhecimento científico envolvendo as instituições e entidades parceiras e atuantes na prevenção e mitigação de Ameaças Biológicas.

– O desenvolvimento do espírito crítico e do rigor na preparação cuidadosa de publicações científicas, incluindo a redação de monografias, dissertações, protocolos metodológicos, processos de qualidade e manuais técnicos.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend