Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 23 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Mortes crescem mais de 200% e ‘lockdown” pode ser decretado nesta terça-feira

Por ORM
Publicado em 05 de maio de 2020 às 09:30H

Compartilhe:
Crédito: Agência Pará

A expectativa entre os cidadãos paraenses preocupados com os casos e óbitos provocados pela covid-19 no Pará é com relação à decretação de ‘lockdown’ no estado por parte do governo estadual a qualquer momento. O governador Helder Barbalho já acenou, desde a semana passada, com a possibilidade de essa medida vir a ser adotada a partir desta terça-feira (5), como estratégia para diminuir a transmissão do novo coronavírus nos municípios paraenses, dado que muitas pessoas insistem em descumprir as determinações dos órgãos de sáude, como a de se evitar aglomerações.

Em apenas sete dias, as mortes por covid-19 cresceram  222%, muito acima da média nacional (68% no mesmo período). Na avaliação do  governador Helder Barbalho, trata-se de um “momento dramático que todos nós estamos vivendo, um momento de muito sofrimento e muita dor, mas ao mesmo tempo um momento que nos exige união e ação”. Em entrevistas e em pronunciamentos, o governador tem reiterado o  pedido em prol do isolamento social como prevenção à doença.

A grande maioria dos casos de covid-19 no Pará (80%) situa-se na Região Metropolitana de Belém. Por isso, até o final de semana, a taxa de ocupação dos leitos por pacientes de covid-19 no Pará é de 85%, mas quando se enfoca a Grande Belém é de 96%. Há dez dias, como já informou o governador, a média era de 5 óbitos em domicílio e, agora, chega-se a 50 óbitos em casa.

Sobre medidas mais duras que podem ser adotadas contra o coronavírus, o governador destacou, em entrevista, que na sexta-feira (1º) fez um último apelo à população sobre a necessidade do isolamento social, ou seja, ficar  em casa. O governador disse que as pesquisas indicam que o isolamento social no Pará tem variado entre 45% e 50%, o que se mostra baixo diante do recomendado pelas autoridades de saúde. 

“Estamos na fase de conclusão de um projeto com bastante restrição indo no caminho do lockdown para que amanhã (segunda-feira) e no mais tardar na terça-feira (5), se não houver uma resposta efetiva de ampliação desse convencimento por parte daqueles que ainda não entenderam esta realidade , eu serei obrigado, e farei um apelo à população que possa compreender, de que será necessário ampliar as medidas de restrição. Não serão medidas para o Estado todo, serão medidas específicas para as cidades que já apresentam um percentual absolutamente amplo de contaminação”, disse o governador Helder Barbalho. Ele observou que 18 municípios representam mais de 95% dos casos da covid-19 no Estado, e o foco das medidas mais rígidas será nesses municípios.

Ainda no domingo (4),  o Pará ficou em segundo lugar entre estados cujas populações mais estão ficando em casa contra a covid-19, atingindo 57,60% no índice de isolamento social, de acordo com levantamento divulgado pela Segup. Contudo, ainda é aquém do exigido, que é de 70%. Nas redes sociais e nas conversas entre cidadãos na Grande Belém, é possível se obervar opiniões favoráveis ao lockdown.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend