Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 20 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Município de Novo Repartimento teria aplicado 19 doses de vacina vencidas contra Coronavírus

Por Floresta News
Publicado em 03 de julho de 2021 às 19:38H

Compartilhe:

Reportagem publicada pela Folha de São Paulo apontou irregularidades na aplicação de vacinas contra a Covid-19 em todo o país. Segundo cruzamento de informações levantadas junto ao DataSUS (Sistema de Informações do Ministério da Saúde), pelo menos 26 mil doses vencidas da vacina AstraZeneca foram aplicadas em diversos postos de saúde no país.
As doses foram enviadas dentro da validade pelo Governo Federal aos municípios, de janeiro a março.

Pelo levantamento feito, em Novo Repartimento, no Pará, 19 doses vencidas foram aplicadas na Unidade Básica de Saúde Dom Ivo Eduardo da Silva. Dezoito doses do lote 4120Z005, que venceu dia 14 de abril, e uma dose do lote CTMAV501, que venceu no dia 30 de abril, teriam sido aplicadas nas pessoas.

Em entrevista à Rádio Amazônia FM, na manhã deste sábado, 3, o prefeito Valdir Lemes disse que “houve um erro na transmissão dos dados da prefeitura e que as doses não foram aplicadas fora do vencimento”.
Cada cidadão pode conferir na sua carteirinha de vacinação o número do lote da vacina que tomou, já que no ato da imunização essa informação é registrada na carteirinha.

As pessoas que foram imunizadas na Unidade de Saúde Dom Ivo Eduardo da Silva, após o dia 14 de abril, podem conferir o registro anotado com o número do lote em suas carteirinhas.

Segundo o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a COVID-19, se uma pessoa tomar vacina vencida precisa se revacinar pelo menos 28 dias após ter recebido a dose administrada equivocadamente, pois é como se não tivesse sido revacinada.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend