Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 25 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Número de trabalhadores sem carteira assinada no setor privado caiu em 2018, no Pará

Por O Liberal
Publicado em 26 de fevereiro de 2019 às 10:58H

Compartilhe:

Já número de trabalhadores por contra própria aumentou 10%

A quantidade de trabalhadores na informalidade ainda é maior do que a apresentada em 2014 (Rafael Neddemeyer/ Fotos públicas)

O número de trabalhadores sem carteira assinada no setor privado caiu em 2018, com 536 mil trabalhando no estado, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD 2018), realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O grupo representava 45% do setor privado naquele ano e foi a primeira queda dos sem carteira desde 2014. Apesar do quadro positivo, a quantidade de trabalhadores nessa situação de informalidade ainda é maior do que a apresentada em 2014 (493 mil trabalhadores).

Ainda em 2018, foi registrado cerca de 1,18 milhões de trabalhadores por conta própria no Pará, resultado que continua uma série de aumentos desde 2012. Foram 111 mil novos trabalhadores no quesito se comparado a 2014, o que representou um crescimento de aproximadamente 10% em quatro anos. Em relação à distribuição, o grupo representava 35% dos trabalhadores do estado. O aumento refletiu os resultados nacionais que apontam para uma tendência no país para o aumento deste tipo de trabalhador.

Já as estatísticas do trabalho doméstico no Estado, por sua vez, apresentou um crescimento de 8%. Foram registrados 205 mil trabalhadores domésticos em 2018, valor que superou a quantidade de 189 mil vista no ano anterior. O estado brasileiro com maior porcentagem para o grupo foi Tocantins (8,3%) e o de menor Santa Catarina (4,4%).

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend