Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 19 de October de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

No Pará, homem Julgado por feminicídio é condenado a 40 anos

Por DOL
Publicado em 03 de fevereiro de 2017 às 08:04H

Compartilhe:

destaque-392606-destaque-327980-antonioooo-1

Após mais de 12 horas de sessão de julgamento, Antônio Eduardo Souza Nascimento, 22, acusado de matar a universitária Ingred de Kássia Israel em abril de 2015, foi condenado a 40 anos e seis meses de prisão em regime fechado. Ele foi condenado pelo crime de homicídio triplamente qualificado. Além do crime de feminicídio, motivo fútil e a impossibilidade de defesa da vítima.

O réu começou a ser julgado na manhã desta quinta-feira (02) no Fórum de Ananindeua, região metropolitana de Belém. Eduardo foi a primeira pessoa no Pará a ser julgada por feminicídio.

O Crime

Em 2015, então com 28 anos, Ingred foi encontrada morta em casa, no conjunto Cidade Nova 5, WE 58, em Ananindeua. Ingred era estudante de Nutrição da Universidade Federal do Pará (UFPA), dividia a residência com o irmão, a cunhada e um sobrinho.

Ela foi encontrada nua, amordaçada e com suspeitas de violência sexual. Na época, o caso causou grande comoção entre a população.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend