Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 06 de July de 2020
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Paraense repatriada da China chegou ao Estado na tarde deste domingo (23)

Por ORM
Publicado em 23 de fevereiro de 2020 às 21:16H

Compartilhe:

Chegou ao Pará, no fim da tarde deste domingo (23), a paraense Reisirene Coelho Araújo Liao, que ficou em quarentena durante 15 dias, na Base Aérea de Anápolis, em Goiás. Ela e mais 57 brasileiros que também ficaram em quarentena na cidade goiana foram repatriados de Wuhan, na China, epicentro do novo coronavírus. O horário da chegada ao território paraense foi informado pela Força Aérea Brasileira (FAB). 

A partida da Base Aérea de Anápolis foi por volta das 11h30. Duas aeronaves FAB levaram os brasileiros para os Estados de origem. Um deles faz o roteiro Belo Horizonte, Rio de Janeiro, São Paulo e Paraná. Um segundo seguiu para Brasília, onde posou por volta do meio-dia. De lá, um outro voo da FAB conduziu Reisirene ao Pará. Outros dois passageiros que desembarcaram em Brasília seguiram em voos comerciais para o Rio Grande do Norte e Maranhão.    

A aeronave que fez o último voo com Reisirene posou às 17h21 no Campo de Provas Brigadeiro Velloso, base da FAB localizada na Serra do Cachimbo, no município de Novo Progresso, no sudoeste paraense. É neste município em que a repatriada morava antes de se mudar para a cidade chinesa, no dia 8 de novembro do ano passado, conforme entrevista que ela concedeu à BBC News Brasil. No entanto, a FAB não divulgou qual seria o destino dela após o pouso. 

Na conta de Reisirene no facebook, que é aberta publicamente, foram publicadas, na noite do último sábado, algumas fotos dela comemorando o encerramento do período de isolamento. Ela aparece com máscaras de proteção nas mãos mediante a seguinte legenda: “…e as máscaras caíram! Glória a Deus!!!”. Vários amigos comentaram a publicação com mensagens de incentivo e agradecimento. 

Na entrevista à BBC News Brasil, divulgada dia 28 de janeiro, ela informou que tem 46 anos e que o marido dela é natural da Província de Hubei, onde está localizada Wuhan, Depois de muitos anos de idas e vindas, o casal tinha decidido ficar definitivamente na China por causa da instabilidade econômica que ela avaliou existir no Brasil. 

Operação Regresso  

A quarentena dos repatriados, que não apresentaram nenhum indício do novo coronavírus, começou a contar da partida dos aviões Embraer 190 de Wuhan em direção ao Brasil. Conforme divulgado pelo Ministério da Defesa, para concluir a operação denominada “Regresso à Pátria Amada Brasil”, foi preparada uma solenidade com homenagens e despedidas. Neste domingo, o grupo deixou o Hotel de Trânsito da Ala 2 (Base Aérea de Anápolis) para o último compromisso antes do retorno para casa.

O clima foi de gratidão e emoção entre os brasileiros e a equipe de apoio. Ao término da cerimônia, os repatriados pegaram voos da FAB para os respectivos Estados deles em trajetos de aproveitamento (voos já previstos com vagas disponíveis). Eles seguiram para as aeronaves cumprimentando as autoridades do Ministério da Defesa, o Governador de Goiás, Ronaldo Caiado, o Prefeito de Anápolis, Roberto Naves.

Ainda segundo o Ministério da Defesa, o clima foi de descontração no último dia da estadia no Hotel de Trânsito. Durante a quarentena, eles foram servidos de seis refeições diárias e, no último dia, o jantar foi yakisoba com camarão. Pela tarde, a banda da Aeronáutica tocou músicas animadas no espaço de lazer.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend