Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 15 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Polícia prende mais um suspeito de participação na morte do prefeito Jones William

Por Floresta News
Publicado em 16 de novembro de 2017 às 11:28H

Compartilhe:

O homem identificado como Flávio Rodrigues Porto de 49 anos, é apontado como intermediário da morte do prefeito. De acordo com a polícia, ele teria contratado e pago o pistoleiro que matou a tiros, o prefeito Jones William em 25 de julho deste ano.

Flávio Rodrigues Porto é natural de Rondon do Pará, mas a prisão, foi efetuada na manhã desta quinta-feira(16) no assentamento Umuarama, que fica localizado na zona rural de São Miguel, região norte do estado de Goiás, onde ele viveu grande parte de sua vida segundo infirmou a polícia.

No dia 06 de setembro deste ano, o fazendeiro José David de Lucas, conhecido na região como “Zé Davi” de 76 anos, foi assassinado a tiros enquanto dirigia pela BR-422. Após a morte do fazendeiro, Flávio, que segundo informações trabalhava em uma fazenda de Zé Davi, teria desaparecido da região sudeste do Estado o que causou estranheza e levantou suspeitas.

Passados mais de três meses da morte do prefeito, Flávio foi preso e encaminhado a capital paraense para prestar depoimento. Para a polícia, mais um passo importante foi dado para elucidar o caso que chocou a região sudeste do estado, tendo em menos de 2 anos, três prefeitos assassinados: Russo de Goianésia do Pará, Diego Kolling de Breu Branco e Jones William de Tucuruí.

Para o delegado geral Rilmar Firmino, as investigações avançaram muito nos últimos 20 dias e com isso, já se pode considerar, que o caso está mais de 80% concluído. A notícia foi dada em primeira mão, no programa Bom Dia, da rádio Floresta na manhã desta quinta-feira(16).

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend