Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 22 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Polícia Rodoviária Federal começa Operação “Proclamação da República” nesta quinta-feira (14)

Por O Liberal
Publicado em 13 de novembro de 2019 às 13:18H

Compartilhe:

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) começa nesta quinta-feira (14) a Operação “Proclamação da República”. A ação, que se estende até o próximo dia 18, visa evitar a ocorrência de acidentes graves durante o feriado, onde há um aumento do fluxo de veículos e passageiros nas estradas.

A PRF informou que atuará sob esquema especial, com reforço de policiamento e fiscalização nos locais onde estatisticamente há maior registro de acidente. Também serão desenvolvidas atividades educativas. Cerca de 250 policiais se revezarão nas ações de fiscalização de trânsito, policiamento e educação.

A BR-316, por ser a rodovia que concentra o maior número de veículos e de acidentes no Estado, terá uma atenção maior, principalmente nos trechos entre Castanhal e Santa Maria do Pará, além da BR-308 no trecho que interliga os municípios de Capanema e Bragança. Serão utilizados bafômetros para incrementar a vigilância e coibir os excessos e o desrespeito às leis. O trecho concedido da BR 316 (Km 0 ao 18) terá a atuação do Departamento Estadual de Trânsito (Detran).

A PRF orienta os condutores que veículos envolvidos em acidente sem vítimas devem ser retirados da pista de rolamento e estacionados no acostamento da via ou em local seguro, com a devida sinalização, para evitar a ocorrência de novos acidentes. Após esses procedimentos de segurança, os condutores podem registrar a ocorrência pelo site www.prf.gov.br/acidentes, que possui valor legal similar ao boletim confeccionado pela PRF.

Novamente serão utilizados os etilômetros (bafômetros) passivos. Esse equipamento dá celeridade às fiscalizações realizadas pela PRF pois, em apenas alguns segundos, o etilômetro passivo é capaz de indicar se o condutor fez uso ou não de bebida alcoólica. Após o motorista falar na direção do aparelho, uma luz verde ou vermelha se acende. Com a luz verde, o motorista é liberado, com a luz vermelha, o motorista é convidado a fazer o teste tradicional, soprando na boquilha do equipamento. Assim, o aparelho funciona como uma espécie de triagem, liberando rapidamente o motorista que não apresenta nenhum vestígio de álcool e direcionando a fiscalização para aqueles motoristas com indícios de ingestão de álcool.

Até o dia 12 de novembro, a PRF do Pará registrou 141 prisões de condutores por direção sob efeito de álcool. Outros 425 condutores foram flagrados com índices de álcool além do permitido por lei, além de 570 que se recusaram a realizar o teste, sendo também autuados. Esses receberam uma multa no valor de R$ 2.934,70, além de perderem sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação, com posterior suspensão do direto de dirigir.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend