Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 23 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Representantes de 80 aldeias do Pará protestaram contra proposta de municipalização da saúde indígena

Por G1
Publicado em 28 de março de 2019 às 13:02H

Compartilhe:

Protestos nas cidades de Altamira, Ourilândia do Norte e Tucumã fazem parte de dia nacional de mobilização. Ministério da Saúde afirma que mudanças não estão em debate e que os serviço não serão interrompidos.

Na quarta-feira (27), mulheres, crianças e idosos que fazem tratamento de saúde em Altamira, no sudoeste do Pará chegaram a fechar por cerca de meia hora a rodovia Ernesto Acioly, próximo à rodovia Transamazônica. A região possui mais de quatro mil moradores de quatro etnias vivendo em 13 terras indígenas, 

Além deles, indígenas kayapó da cidade de Tucumã, no sudeste do Estado, também realizaram protestos na Praça Central do município. E em Ourilândia do Norte, também na região sudeste do Pará, indígenas protestaram em frente à casa de Saúde do município. 

A mobilização é nacional e questiona anúncios de que o Ministério da Saúde pretende repassar aos municípios a responsabilidade dos atendimentos às populações indígenas. Atualmente é a Secretária Especial de Saúde Indígena da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) a responsável pelos atendimentos. 

“O município não tem como dar conta e o Governo sabe disso”, questiona Mitã Xipai, uma das lideranças indígenas paraenses. 

Em nota, o Ministério da Saúde afirmou não estão em análise mudanças no desenvolvimento de ações de vigilância e assistência aos povos indígenas e que também não há medidas provisórias sobre o tema. Além disso, assegurou que não haverá descontinuidade das ações.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend