Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 19 de January de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Bolsonaro diz que tem o Brasil a zelar, enquanto Moro está preocupado com o próprio ego

Por ORM
Publicado em 24 de abril de 2020 às 17:49H

Compartilhe:
Bolsonaro durante pronunciamento no Palácio do Planalto (Ueslei Marcelino / REUTERS)

O presidente Jair Bolsonaro rebateu o ex-ministro da Justiça Sergio Moro, nesta sexta-feira, e afirmou que o ex-auxiliar está mais preocupado com seu próprio ego, enquanto ele tem o Brasil a zelar.

“Sabia que não seria fácil, uma coisa é você admirar uma pessoa, outra é conviver com ela, trabalhar com ela”, disse o presidente em pronunciamento no Palácio do Planalto, horas depois de Moro apresentar sua renúncia ao cargo de ministro da Justiça.

O presidente disse que pela manhã conversou com parlamentares durante café da manhã nesta sexta-feira e afirmou: “Hoje vocês conhecerão aquela pessoa que tem compromisso consigo próprio, com seu ego, e não com o Brasil.”

Bolsonaro negou ainda que tenha buscado interferir na Polícia Federal e disse que a lei lhe garante trocar o diretor-geral da corporação e o ministro sem precisar pedir autorização a ninguém.

“Dizer ao prezado ex-ministro Sergio Moro, como o senhor disse na sua coletiva que tinha uma biografia a zelar, eu tenho o Brasil para zelar”, afirmou.

Bolsonaro faz o pronunciamento rodeado de apoiadores, entre eles os ministros Nelson Teich (Saúde, empossado na semana passada após a demissão de Luiz Henrique Mandetta, Paulo Guedes (Economia), Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) e Onyx Lorenzoni (Cidadania).

Das cerca de 20 pessoas que acompanham o presidente durante o discurso, apenas o ministro Paulo Guedes usa máscara de proteção contra o coronavírus, medida recomendada pela Organização Mundial da Saúde para evitar a propagação do vírus.

O presidente disse que pela manhã conversou com parlamentares durante café da manhã nesta sexta-feira e afirmou: “Hoje vocês conhecerão aquela pessoa que tem compromisso consigo próprio, com seu ego, e não com o Brasil.”

Bolsonaro negou ainda que tenha buscado interferir na Polícia Federal e disse que a lei lhe garante trocar o diretor-geral da corporação e o ministro sem precisar pedir autorização a ninguém.

“Dizer ao prezado ex-ministro Sergio Moro, como o senhor disse na sua coletiva que tinha uma biografia a zelar, eu tenho o Brasil para zelar”, afirmou.

Bolsonaro faz o pronunciamento rodeado de apoiadores, entre eles os ministros Nelson Teich (Saúde, empossado na semana passada após a demissão de Luiz Henrique Mandetta, Paulo Guedes (Economia), Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), Marcos Pontes (Ciência e Tecnologia) e Onyx Lorenzoni (Cidadania).

Das cerca de 20 pessoas que acompanham o presidente durante o discurso, apenas o ministro Paulo Guedes usa máscara de proteção contra o coronavírus, medida recomendada pela Organização Mundial da Saúde para evitar a propagação do vírus.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend