Carregando...
Ao Vivo
Carregando...
Tucuruí, 15 de April de 2021
Sistema Floresta
SBT Ao Vivo

Delegado da PF assassinado investigava caso Teori

Por Dol
Publicado em 31 de maio de 2017 às 12:36H

Compartilhe:

Acidente que matou o ministro do supremo ocorreu em janeiro, em Paraty, no Rio de Janeiro. (Foto: Agência Brasil)

O delegado da Polícia Federal Adriano Antonio Soares, morto na madrugada desta quarta-feira (31) em uma casa noturna em Florianópolis, era responsável por investigar a morte do então ministro do Supremo Tribunal Federal, Teori Zavascki, morto em janeiro num acidente de avião em Paraty-RJ.

Segundo informações do “Zero Hora”, Adriano estava na companhia de outro delegado da PF, identificado como Elias Escobar, quando teriam sido mortos após desentendimento no local.

De acordo com a publicação, Adriano era o chefe da Polícia Federal em Angra dos Reis desde 2009 e era delegado da PF desde 1999. Junto com Adriano estava Elias Escobar, que chefiou a PF em Niterói e Volta Redonda e investigou envolvimento de policiais civis com o tráfico de drogas e ação de milícias.

As vítimas estavam em Florianópolis participando de um curso.

Ao vivo
Floresta 104,7MHz
Carregando...

Send this to a friend